menu.jpg

A mostra “DESAFIOS: a Medicina e a luta pela Vida”, aborda algumas das diversas transformações ao longo da História da Medicina. A busca por conhecimentos para desenvolver a saúde, combater as doenças, aliviar a dor, prolongar a vida e torná-la é mostrada em seis eixos: o conhecimento médico, os costumes, o diagnóstico, as especialidades, as causas das doenças e os tratamentos

DESAFIOS 

A exposição

Para ilustrar o conhecimento médico, são apresentadas algumas contribuições de cientistas como Leonardo Da Vinci e Andréas Vesálio, que em suas épocas, ajudaram a desvendar, com o estudo da anatomia, o grande desafio que era conhecer o corpo humano. Para evidenciar esse processo o acervo do MUHM traz mais uma vez o esqueleto humano da primeira exposição (Olhares sobre a História da Medicina).

Esqueleto humano

Na temática sobre os costumes, são mostrados hábitos que antes eram considerados adequados e que a história mostrou serem prejudiciais à saúde, como escarrar em público ou não lavar as mãos. O público poder ver escarradeiras desta época, confirmando este hábito fazia parte da etiqueta.

 

DESAFIOS
DESAFIOS

DESAFIOS
Auscultação

 

No eixo sobre as causas das doenças, são apresentadas explicações como a “teoria dos humores” e os “miasmas”, e ainda descobertas, como a do microscópio. Para aplicar um tratamento, é necessário realizar o diagnóstico, que tem nos recursos tecnológicos um importante aliado da observação e da descrição dos casos clínicos. O aparelho de Raio-x foi um desses instrumentos que contribuem para a precisão do diagnóstico e menor sofrimento dos doentes. A origem das vacinas e a resistência da sociedade também são parte da exposição, e em um dos módulos da exposição é possível visualizar três vírus: influenza, da tuberculose e da varíola. Os tratamentos também mudaram ao longo da história: houve épocas em que o uso de sangrias e ventosas era bastante comum, e estas são peças do acervo do museu que estão ao alcance dos visitantes.



Finalmente, a exposição aborda as especialidades médicas. Na sua primeira versão abordou a obstetrícia, já que a Faculdade de Medicina de Porto Alegre tem origem no Curso de Partos, e exibiu a peça phantom, desenvolvido para ensinar parteiras e um vídeo sobre a especialidade, elaborado pelo documentarista Felipe Henrique Gavioli (ainda disponível nesta página e no Canal @muhmrs no YouTube). 

Atualmente aborda a oftalmologia e mostra diferentes aparelhos utilizados para diagnosticar.



A Medicina entra no século XXI altamente especializada, com práticas tão sofisticadas que deixam na poeira da História os antigos procedimentos dos cirurgiões-barbeiros. Com a introdução de novos conhecimentos, procedimentos e tecnologias, surgiu a figura do “especialista” e o fazer médico se partiu em especialidades. Dentre essas especialidades, escolhemos a oftalmologia para acompanhar as transformações pela qual passou a Medicina.


N° Inventário: MUHM0365
Nome do Objeto: Amblioscópio de Worth
Dimensões: 11 cmA x 22 cmL x 16 cmC
Coleção: VII - Oftalmologia
Função: Consiste em dois tubos com espelhos angulares que refletem imagens separadas para cada olho. Em um extremo colocam-se lâminas com imagens, que o observador olha pelo outro extremo. Cada olho recebe uma imagem, cujo desenho está incompleto. O exercício consiste em, através de movimentos com os músculos oculares, unir as duas imagens formando uma única e completa.



Uma reprodução de sala de cirurgia completa a ambientação, mostrando a luta pela vida.

 


 


Museu de História da Medicina do Rio Grande do Sul

Ficha técnica referente à época de abertura da mostra em outubro de 2008. Para conferir a nominata atual do museu, clique aqui ou acesse Institucional/Equipe.

Direção:
Juliane C. Primon Serres / Éverton Quevedo

Equipe Muhm:

Ana Ramos Rodrigues
Daniela Soares
Daniela Vallandro de Carvalho / Sherol dos Santos
Diego Devicenzi
Erika Alíbio
Éverton Quevedo
Fabiana Nunes / Gislaine da Silva
Karina Lopes
Letícia Castro
 
Projeto arquitetônico:
Albert Jane Playa
Márcia Valeska Brisolara

Arquiteta responsável:
Márcia Valeska Brisolara

Criação:
Martins + Andrade

Sindicato Médico do Rio Grande do Sul:
Presidente: MD. Paulo de Argollo Mendes
Vice-Presidente: MD. Maria Rita de Assis Brasil
Secretária-geral: MD. Ana Maria Martins
2º Secretário-geral: MD. João Carlos Kabke
1º Tesoureiro: MD. André Luiz Borba Gonzales
2ª Tesoureira: MD. Helena Wenher


Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player