menu.jpg

03/09/2008 | Versão para Impressão

Exposio Retratos da Medicina chega a Bag

O Museu de História da Medicina do RS (MUHM) inaugura dia 10 de setembro, em Bagé, a exposição itinerante Retratos da Medicina: A história Médica do Rio Grande do Sul. A mostra ficará exposta no Museu Dom Diogo de Souza (Av. Emílio Guilain, 759) até o dia 30. A exposição Retratos é uma iniciativa do MUHM e do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (SIMERS) e já percorreu 22 cidades gaúchas com fotografias, livros e materiais que contam um pouco sobre a trajetória médica no Estado desde o século XVIII, com o apoio das suas Delegacias Regionais. A próxima parada será no município de Dom Pedrito.

A História da Medicina e Bagé

O Museu Dom Diogo de Souza está instalado no prédio da Sociedade Portuguesa de Beneficência de Bagé e dispõe de duas salas com acervo doado pela Sociedade de Medicina do município. A entidade acumulou esse material na ocasião de uma exposição com materiais doados por familiares de médicos. O museu tem, além deste material, um acervo de 3 mil peças catalogadas, 2 bibliotecas, 1 hemeroteca com 30 mil volumes de jornais e 1 fototeca com 15 mil fotos.

O MUHM ocupará com a exposição Retratos o espaço dedicado às exposições temporárias, agregando outras histórias, como a da prática médica - presença dos primeiros médicos em território gaúcho, do ensino médico - pelo relato das primeiras escolas no Brasil e no Rio Grande do Sul, a defesa da profissão e organização sindical e, finalmente, os personagens da história da medicina. Quem visitar a mostra vai encontrar objetos do acervo do MUHM, como fórceps, instrumentos cirúrgicos, bisturis e afastadores, estojos oftalmológicos, um microscópio e um eletrocardiógrafo. O acervo completo conta com mais de 2 mil objetos museológicos, aproximadamente 5 mil livros e 10 mil documentos, entre raridades nacionais e estrangeiras e amplo material digitalizado para pesquisa, composto por doações de profissionais e familiares de todo o Estado.

Doações

O acervo do MUHM é formado basicamente por doações. E, neste quesito, os bageenses vem contribuindo com a História da Medicina.

É o caso de Ruth Alonso de Adail, que doou material museológico e bibliográfico acumulado pelo seu marido, o MD. Luis de Adail. Outra doadora foi Magda Brun Infantini, filha do MD. Maurício Infantini, que contribuiu com peças, documentos e livro. A MD. Maria Conceição Moglia da Silveira doou material que pertenceu ao seu pai, também médico: Mário Freitas da Silveira. Já o MD. Salim Amim Salim doou materiais próprios para o acervo do MUHM, como uma carteira estudantil.

A mostra fica à disposição do público a partir do dia 11, de segunda a sexta-feira, das 14h às 19h.


Galeria


Carteira MD. Salim Amim Salim Carteira MD. Salim Amim Salim
Carteira estudantil doada pelo MD. Salim Amim Salim


MD. Maurício Infantini  Livro doado pelo MD. Maurício Infantini

MD. Maurício Infantini e livro doado



Compartilhe:


Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player