menu.jpg

23/09/2008 | Versão para Impressão

Curso de Extenso em Processo de Musealizao

O Museu de História da Medicina do Rio Grande do Sul (MUHM) sedia, de 22 de setembro a 24 de novembro, sempre às segundas-feiras, o curso de extensão "Processo de Musealização", ministrado pela professora Dra. Maria Cristina Pons da Silva. O curso tem como objetivo oferecer conhecimento teórico e exercício prático referente às ações do processo de musealização: aquisição, conservação, pesquisa, documentação e comunicação. A carga horária é de 40 horas e as inscrições, no valor de R$ 150,00 (parcelado em três vezes), podem ser feitas pelo e-mail eventosmuseu@simers.org.br ou no próprio museu, que fica na Av. Independência, 270. As aulas acontecerão no auditório da Beneficência Portuguesa, sede do MUHM, e por isso as vagas são limitadas a 30 pessoas.

O programa do curso inicia com uma apresentação sobre a origem e evolução da instituição museu, passando por códigos de ética, gestão de acervo, aquisição, documentação, preservação, conservação, acondicionamento, pesquisa, atendimento aos visitantes, diferentes tipos de exposição, metodologia e parcerias. Ao longo do curso, que é realizado em 10 semanas, das 18h às 21h30min, os participantes realizam exercícios, e ao final elaboram um projeto de exposição e de visitação, que é apresentado em um seminário.

Mais informações pelo fone (51) 3029.2900.

Veja abaixo o programa ou clique aqui para visualizar o arquivo em pdf.



CURSO DE EXTENSÃO:

PROCESSO DE MUSEALIZAÇÃO

 

Professora responsável: Prof. Dra. Maria Cristina Pons da Silva – Corem 3R 0079

 

Objetivo: Oferecer conhecimento teórico e exercício prático referente às ações do processo de musealização: aquisição, conservação, pesquisa, documentação e comunicação.

 

Metodologia: aulas expositivas dos conteúdos teóricos, atividades práticas e seminário.

 

Apoio: Museu de História da Medicina do Rio Grande do Sul -MUHM e Conselho Regional de

 Museologia 3ª Região.

 

Carga horária: 40 horas/aula

 

Dias e horários: as segundas-feiras (10 encontros), das 18h às 21h30min – de 22 de setembro a 24 de novembro de 2008.

 

Local:, Av. Independência, 270, Porto Alegre, RS – Auditório

 

Vagas: 30

 

Valor da inscrição: R$150,00 pagos em três parcelas de R$50,00

 

Público alvo: profissionais de museus e acadêmicos interessados em práticas museais.

 

PROGRAMA

 

1ª aula – Apresentação. Origem e evolução da instituição museu. Códigos de ética. Exercícios.

 

2ª aula – Gestão de acervo: aquisição, documentação. Exercícios.

 

3ª aula – (continuação) Gestão de acervo: documentação. Exercícios.

 

4ª aula– (continuação) Gestão de acervo: preservação, conservação e acondicionamento. Exercícios.

 

5ª aula – Pesquisa. Atendimento aos visitantes; Estudo de público. Exercícios

 

6ª aula – Divulgação e construção de saberes: exposição de longa duração, temporária e itinerante; Exercícios.

 

7ª aula – (Continuação) Educação: métodos pedagógicos; parceria museu-escola; projeto de visitação. Exercícios.

 

8ª aula – Elaboração de projeto de exposição e de visitação pelos participantes, preparação para o seminário.

 

9ª e 10ª aulas  Seminário: projetos de exposição e visitação.  Avaliação.

 

Referências Bibliográficas:

 

Araujo, Marcelo Mattos; Bruno, Maria Cristina Oliveira (Orgs.). A memória do pensamento museológico contemporâneo: documentos e depoimentos.  São Paulo: ICOM Brasil, 1995.

Camargo-Moro, Fernanda. Museu: aquisição-documentação. Rio de Janeiro: Livraria Eça, 1986.

Cazelli, Sibele et al.  Tendências Pedagógicas das Exposições de Ciências.  In: Atas do II Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. Valinhos, São Paulo, set. 1999.

Gouvêa, Guaracira; Marandino, Martha; Leal, Maria Cristina (Orgs.).   Educação e Museu – A construção Social do Caráter Educativo dos Museus de Ciência. Rio de Janeiro: Access, 2003.

Cazelli, Sibele et al.  A relação Museu-Escola: avanços e desafios na (re)construção do conceito de museu.  Disponível em:http://www.educacãoonline.pro.br/art_relacao_museu_escola.asp. Acesso em:28/07/2005.

Crespo Filho, Jayme Moreira.  Preservação e difusão do patrimônio cultural do Exército Brasileiro. Rio de Janeiro: Biblioteca do Exército, 2005.

Cury, Marília Xavier.  Exposição: concepção, montagem e avaliação.  São Paulo:Annablume, 2005.

Ferrez, Helena Dobb.  Documentação Museológica: teoria para uma boa prática. Cadernos de Ensaio n. 2, Estudos de Museologia, Rio de Janeiro: MinC, IPHAN, n.2, p.65-74, 1994.

Ferrez, Helena Dobb; Bianchini, Maria Helena. Thesaurus para acervos museológicos. Rio de Janeiro: MinC/SPHAN/Fundação Pró-Memória/MHN, 1987. 2v. (série técnica, 1).

Gaspar, A. Museus e Centros de Ciências – Conceituação e Proposta de um Referencial Teórico.  São Paulo:USP, 1993. Tese (Doutorado na área de Didática), Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, 1993.

Giraudy, Danièle; Bouilhet, Henri.  O Museu e a Vida.  Rio de Janeiro: Fundação Nacional Pró-Memória; Porto Alegre: Instituto Estadual do Livre – RS; Belo Horizonte: UFMG, 1990.

Hernández, Francisca Hernández.  Manual de Museología. Madrid: Sintesis, 1998.

Hooper-Greenhill, Eilean.  Education, communication and interpretation: towards a critical pedagogy in museums.  In: ___. The Educational Role of the Museum.  London: Routledge, 1994, pp. 3-25.

International Council of museums.  Running a museum: a practical handbook. Paris: ICOM, 2006. Disponível em:http://unesdoc.unesco.org/images/0014/001410/141067e.pdf  Acessado em:28/05/2008.

International Council of museums.  Running a Museum A Trainer’s Manual. Paris: ICOM, 2006. Disponível em:http://unesdoc.unesco.org/images/0014/001478/147869E.pdf Acessado em:28/05/2008.

Possas, Helga Cristina Gonçalves. Classificar e ordenar: os gabinetes de curiosidades e a história natural. In: Figueiredo, Betânia Gonçalves; Vidal, Diana Gonçalves (Orgs.). Museus: dos Gabinetes de curiosidades a museologia moderna. Belo Horizonte, MG: Argvmentvm; Brasília, DF: CNPq, 2005, p.151-162.

Primo, Judite (org.).  Pensar contemporaneamente a museologia.  Cadernos de Sociomuseologia, Lisboa, n.16, 1999.

Rojas, Roberto; Crespán, José Luis; Trallero, Manuel.  Os museus no mundo.  Rio de Janeiro: Salvat, 1979.

São Paulo (estado). Secretaria de Estado da Cultura.  Departamento de Museus e Arquivos. Manual de orientação museológica e museográfica.  São Paulo: Imprensa Oficial/DEMA, 1984.

Seminario Regional de la UNESCO sobre la Función Educativa de los Museos, 7-30 sep. 1958, Rio de Janeiro.

Simmons, J.E, Muñoz-Saba Y. (Eds.)  Cuidado, manejo y conservación de las colecciones biológicas. Bogotá, Universidad Nacional de Colombia, 2005. Disponível http://www.gbifargentina.org.ar/temp/web_materiales_publicos/index.htm em: Acesso em:08/07/2007.

Studart, Denise C.  Educação em museus: produto ou processo?  Musas – Revista Brasileira de Museus e Museologia. Rio de Janeiro: DEMU:IPHAN, n.1, p.34-40, 2004. (Conferência Anual do CECA, 2002, Nairobi).

Suano, Marlene.  O que é museu.  São Paulo: Brasilliense, 1986.

Tamanini, Elizabete.  Descobrir, coletar, preservar: Aspectos da História dos Museus.  Cadernos do CEOM, Chapecó, n. 12, junho/ 2000.

UNESCO. ICOM.  Documento da Mesa redonda de Santiago do Chile. Santiago, 1972

___. Declaração de Caracas. Seminário La Mision Del Museo em Latinoamerica Hoy: Nuevos Retos. Caracas, 1992.

 


 

 



Compartilhe:


Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player