menu.jpg

22/10/2008 | Versão para Impressão

Lanamento do livro Instituies de Sade de Porto Alegre

Livro “Instituições de Saúde de Porto Alegre”,No próximo sábado (27) será lançado com sessão de autógrafos, às 10h15min, no auditório Irmão José Otão do Hospital São Lucas da PUCRS, o livro “Instituições de Saúde de Porto Alegre”, organizado pelas historiadoras Beatriz Teixeira Weber e Juliane Serres e publicado pelo fundo editorial do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (SIMERS) com apoio da Fundação Oswaldo Cruz e da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). A publicação é um dos resultados do projeto Inventário Nacional do Patrimônio Cultural da Saúde, que propôs um amplo levantamento do patrimônio arquitetônico-histórico de hospitais e outras instituições de assistência médicas, assim como dos institutos de pesquisa científica organizados nos séculos XIX e XX, em seis capitais brasileiras. O lançamento acontece dentro da programação da I Jornada Gaúcha de História da Medicina.

O projeto faz parte de um conjunto de ações prioritárias definidas no âmbito da Rede Latino-Americana de História e Patrimônio Cultural da Saúde. No âmbito nacional, o projeto foi implementado pela Casa de Oswaldo Cruz, unidade técnico-científica da Fundação Oswaldo Cruz. Em Porto Alegre, a obra passa a ser a primeira experiência de levantamento do patrimônio cultural da saúde na região.

O levantamento foi realizado de agosto de 2007 a janeiro de 2008, e resultou em informações sobre 25 instituições, com um recorte cronológico a partir de dois marcos do patrimônio cultural da saúde de Porto Alegre: a fundação da Santa Casa de Misericórdia (1803) e a fundação do Hospital das Clínicas (1968), considerado um modelo de instituição hospitalar moderna para todo o Brasil.

 
As autoras

Beatriz Teixeira Weber é graduada em História pela UFSM, Mestre em História pela UFRGS, Doutora em História Social do Trabalho pela UNICAMP, Pós-doutorado em História da Ciência na COC/FIOCRUZ. Professora no Departamento de História da Universidade Federal de Santa Maria. Autora do livro As Artes de Curar, Medicina, religião, magia e positivismo na República Rio-grandense.

Juliane C. Primon Serres é graduada em história pela UFSM, Mestre e Doutoranda em História pela UNISINOS, sua produção gira em torno de questões relativas a saúde pública no RS, em particular a questões voltadas a lepra no Estado. Atualmente é diretora do Museu de História da Medicina do Rio Grande do Sul.

 

 


Compartilhe:


Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player