menu.jpg

26/10/2007 | Versão para Impressão

Muhm participa do 3 Simpsio Brasileiro de Hansenologia

O Museu de História da Medicina do Rio Grande do Sul (Muhm) está presente no 3º Simpósio Brasileiro de Hansenologia, que integra a campanha “Se toque, a hanseníase tem cura!”, que será lançada hoje (25), pela Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo. O evento conta com a presença da diretora do Muhm, a historiadora Juliane Serres, que participa da mesa redonda desta sexta-feira pela manhã, falando sobre o Projeto Acervo: pela recuperação da memória dos Hospitais Colônias.


O simpósio acontece no Grand Hotel Ca’ d’Oro, no Centro de São Paulo, e segue até sábado. As entidades realizadoras são o Instituto Lauro de Souza Lima e a Sociedade Brasileira de  Hansenologia. 

A campanha pretende chamar atenção para os sintomas da doença, para que a pessoa procure auxílio médico ainda no seu início. O diagnóstico precoce da doença evita que o paciente tenha seqüelas mais complexas, como a incapacidade física. Se medicado corretamente, já no início do seu tratamento o paciente deixa de transmitir a doença.



Compartilhe:


Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player