menu.jpg

15/06/2010 | Versão para Impressão

Sarau Lrico de junho acontece no dia 10



O Museu de História da Medicina do Rio Grande do Sul traz excepcionalmente na segunda quinta-feira do mês, devido ao feriado, a soprano Carolina Veloso e o pianista Jessé Martins. Serão interpretadas obras de Giacomo Puccini, Francesco Cilea, Heitor Villa-Lobos, Cláudio Santoro e George Gershwin.

Os Saraus Líricos acontecem na 1ª quinta-feira de cada mês dentro do projeto Quintas no Museu, com apoio da Associação Gaúcha de Cultura Musical, e do mantenedor do MUHM, o Sindicato Médico do Rio Grande do Sul. Atualmente os saraus entraram nos eventos do projeto Música no Museu, que envolve diversos museus do país.

Os eventos são realizados às 18h30min na sala Rita Lobato do MUHM, que fica na av. Independência, 270, Centro de Porto Alegre (Prédio Histórico do Hospital Beneficência Portuguesa). A entrada é gratuita e há estacionamentos próximos ao local.


PROGRAMA DO SARAU

Claudio Santoro
1 - Ouve o Silêncio
2 - Acalanto da Rosa

Heitor Villa-Lobos
Floresta Amazônica
3 - Canção de Amor
4 - Melodia Sentimental

Giacomo Puccini
Gianni Schicchi
5 - O mio babbino caro

La Bohème
6 - Quando me’n vo

Francesco Cilèa
Adriana Lecouvreur
7 - Io son l’umile ancella

George Gershwin
Porgy and Bess
8 - Summertime

Cole Porter
Kiss me Kate
9 - So in Love





CAROLINA VELOSO

Natural de Alegrete, iniciou seus estudos de Piano e Teoria e Percepção Musical na Escola de Música Villa-Lobos em Santa Rosa, com a professora Luzan Traesel, entre 1990 e 1991, mas somente em 1993, descobriu sua vocação para o canto lírico durante um curso em Bagé com o soprano Alba Tonelli (Uruguai) que a incentivou a prosseguir seus estudos. Em 1996 começou a estudar canto com o soprano Elizabeth Infantini, que a preparou para o teste específico do Curso Superior de Música da Universidade Federal de Pelotas, ingressando em 1997, tendo aulas com a Professora Nara Timm. No ano seguinte passou a estudar canto com a mezzo-soprano Magali Spiazzi Richter, que permaneceu até o final do curso de bacharel em canto em 2001. De 1998 a 2001 participou do coro da Sociedade Pelotense Música pela Música, onde teve aulas particulares com o tenor e maestro Sérgio Sisto, participando de todos os espetáculos desta entidade, destacando-se na ópera “Carmen” de Bizet, no papel da cigana “Frasquita” em uma das récitas. Apresentou-se em recitais no Conservatório de Música de Pelotas e outros eventos comemorativos da cidade e região, atuou no papel de “Pamina” da ópera “A Flauta Mágica” de W. A. Mozart, em uma montagem reduzida coordenada pelas professoras Magali Richter e Raquel Soares Pereira. Entre 2005 e 2006 foi professora substituta de canto do Conservatório de Música da Universidade Federal de Pelotas. Atualmente mora em Porto Alegre, onde leciona aulas de canto na Casa da Música e no Grêmio Náutico União. Recentemente apresentou-se no teatro da Associação dos Médicos do Rio Grande do Sul obtendo grande êxito. Em abril de 2010 ingressou no projeto “Tela Lírica” para aperfeiçoar-se com o maestro Alessandro Sangiorgi (maestro da OSIMPA) e Luisa Giannini (soprano), no qual terá duração de dois anos.Durante estes anos tem feito cursos de aperfeiçoamento e master-classes com renomados mestres do canto lírico como: Neyde Thomas e Rio Novello (Curitiba), Patrícia Endo (Brasil-Hungria), Alba Tonelli (Uruguai), Getúlio Vares (Brasil), Mayumi Kamei (Japão), Madalena Aliverti (Brasil) e Raquel Pierotti (Espanha). Atualmente recebe orientação vocal e repertório com o barítono Carlos Rodrigues. 






JESSÉ MARTINS

Graduou-se no Bacharelado em Piano da UFRGS sob orientação da professora Dra. Cristina Capparelli Gerling. Na cena nacional Jessé trabalhou com os instrumentistas Brett Schuster (EUA), Mark Mulley (UK), Antônio Del Claro, Pedro Robatto, Rodrigo Cipriano, Heinz Schwebel; cantores Laura de Souza, Elisa Machado, Ricardo Barpp, Caroline de Abreu, Virginia Berrondo (Uruguay), Luciana Melamed; e maestros Manfredo Schmidt, Cláudio Ribeiro, Roberto Duarte, Antônio Carlos Borges Cunha, Frederico Gerling Jr, Túlio Belardi, Ronel da Rosa e Tiago Flores. Na cena internaciona trabalhou com cantores de peso como Dama Kiri Te Kanawa, Dama Malvina Major, Helen Medlyn, Linda Kitchen, Carmel Carroll, Emma Sloman, Derek Hill, Andrew Glover; maestros Sir Andrew Davis, Wyn Davis, Brian Castles-Onion, Joel Hornack; vocal coaches Rosemary Barnes, Terrence Dennis, David Harper e Bruce Greenfield. No campo da ópera seu repertório como co-repetidor e/ou diretor musical inclui The Three Franks (David Griffiths), A Factory Opera e Pleasure Garden (Phillip Norman), Marriage a la mode (Rod Biss), The Consul (Menotti), Riders to the sea (Vaughan Williams), Doctor Miracle (Bizet), Brundibar (Krasa), Albert Herring (Britten), Prima Donna (Benjamin), The boy who grew too fast e The Telephone (Menotti), Orpheus in the Underworld (Offenbach), The Impresario (Mozart) e Thomas and Sally (Arne). A revista Opera News New Zealand, em ocasião da noite de abertura da ópera "The Consul" de Menotti, publicou: "Na primeira noite, o piano foi tocado com precisão e sensibilidade pelo jovem pianista brasileiro Jessé Martins (...)" (Setembro, 2008). Por dois anos (2008-2010) foi Diretor Musical Assistente do teatro Opera Factory em Auckland (Nova Zelândia).


Compartilhe:


Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player