menu.jpg

12/07/2010 | Versão para Impressão

Direo do MUHM tem novidades

A partir de 1º de julho a doutora em História Juliane Serres reassumiu a direção do Museu de História da Medicina do Rio Grande do Sul (MUHM), após um ano e meio de licença para realização de um mestrado em Museologia pela Universidade de Granada, na Espanha. Foi o segundo mestrado da historiadora, que já desenvolvia pesquisas sobre História da Saúde e da Medicina, área na qual possui doutorado pela UNISINOS. Com o retorno, o também historiador Everton Quevedo assume a vice-direção, que acumula com a coordenação de Pesquisa e Acervo, além de dedicar-se ao seu doutorado em História pela PUCRS.

O Museu é mantido pelo Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (SIMERS) e está aberto ao público para visitação de exposições e realização de ações educativas de terças a domingos na av. Independência, 270, Porto Alegre-RS. Mais informações pelo fone (51) 3029-2900.






Os historiadores Juliane Serres e Éverton Quevedo entre o médico Waldir Cardoso, da Federação Nacional dos Médicos/Fenam, no I Encontro de Museus de Medicina (março/2010) -  Fotos: Divulgação



Compartilhe:


Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player