menu.jpg

09/09/2010 | Versão para Impressão

Conhea o Destaque do Acervo


Destaque do Acervo ganhou mais tempo de exposição e pode ser visto até o final de agosto no hall do museu.


Quem gosta de museus tem mais uma opção para voltar várias vezes mesmo após ter conhecido as exposições vigentes:   saber mais sobre o acervo da instituição e o trabalho feito nos bastidores. Um novo canal de de divulgação foi aberto no hall, mostrando acervos que nem sempre estão contemplados pelas temáticas que se alternam no MUHM. A cada mês uma peça diferente será destacada: quem visitar o museu hoje vai conhecer o trote da Faculdade de Medicina de 1957 - um chapéu doado pelo médico Carlos Alberto Carpena; no final de agosto - a exposição da primeira peça foi prorrogada  - o chapéu dará lugar a outro acervo do museu.


Um museu de grandes novidades - da História da Medicina

Além de oferecer mais um motivo para que o visitante retorne ao museu, o novo espaço permite mostrar o trabalho feito na Reserva Técnica, que é o espaço onde trabalha a equipe higieniza, cataloga e acondiciona tudo o que depois será objeto de exposições e pesquisas. O acervo é constituído por doações e os critérios são bastante técnicos, definidos por uma política de aquisição de acervos.

É possível também visualizar outras atividades que o MUHM realiza, como eventos acadêmicos, palestras, ações educativas na instituição e também em parques e escolas, e ainda eventos como o Sarau Lírico.  



Destaque do Acervo

O primeiro destaque é uma peça de tecido, em formato de cone, verde e com um “guizo” na ponta, que leva a inscrição “MED” e era usada pela turma de Medicina da UFRGS de 1957. De acordo com o doador, o Dr. Carlos Alberto Carpena, os calouros deveriam usar no primeiro semestre letivo - era o trote da época. "Os novos alunos só podiam tirar quando ocorresse o baile de boas-vindas que marcava o início das aulas", explicou o médico ao fazer a doação, motivada pela existência, no Catálogo do Museu, de um boné, também usado por estudantes de Medicina.

Acervo Destaque no MUHM
            por Museu de História da Medicina do RSOs visitantes são convidados a conhecer o trabalho anterior às exposições e que é feito com cada peça, cada livro e cada documento que chega ao museu e que fica separado da área expositiva. É na Reserva Técnica que historiadores e técnicos trabalham com os diferentes Acervos do MUHM - Tridimensional, Arquivístico e Bibliográfico - e com a Pesquisa.

No caso de acervos tridimensionais, como o chapéu em destaque, o objeto ganha um número de registro e informações sobre a procedência, que vão do nome e histórico do doador até a descrição da peça, tanto no que diz respeito à função como também sobre o material: cor, formato, medidas, peso, entre outros dados que ajudarão nas pesquisas sobre a História da Medicina do Rio Grande do Sul.

Estas e outras especificações também estão no site do Museu como forma de mostrar aos visitantes o trabalho da equipe da Reserva Técnica, que envolve ainda rotinas técnicas, acadêmicas e administrativas.


Conservação do acervo e saúde dos profissionais

Um outro ponto abordado pelo novo espaço do MUHM é a questão da conservação preventiva do acervo e da saúde dos profissionais que trabalham com esse tipo de material. A higienização é o primeiro passo, e visa proteger tanto o que chega na Reserva Técnica como o que já está lá. Além disso, as pessoas que irão manusear os acervos precisam proteger-se com luvas, jalecos e até mesmo óculos. Tudo isso porque tanto o material pode ser frágil como pode ter ficado muito tempo guardado ou fora de uso, acumulando involuntariamente poeira e umidade. Condições desfavoráveis de guarda e eventualmente até a própria natureza do material, aliados ao clima, podem gerar ferrugem, atrair fungos ou insetos, e os prejuízos costumam ter efeito cascata no restante do acervo se for misturado.

A importância da higiene é abordada com os visitantes tanto do ponto de vista histórico como atual: em tempos de Gripe A, é possível verificar como um hábito tão simples como o de lavar as mãos é vital para a preservação tanto de acervos como da saúde das pessoas.

 


Destaque do Acervo de JULHO a AGOSTO de 2010


Compartilhe:


Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player