menu.jpg

03/05/2012 | Versão para Impressão

Quintas no Museu: Sarau Lrico de maio

O Sarau Lírico de maio nesta quinta-feira (03) teve a mezzo-soprano Rose Carvalho e o barítono Ricardo Caldas acompanhados pelo pianista Jonatas Asafe. A atividade integra o projeto Quintas no Museu e acontece na Sala Rita Lobato. Os saraus acontecem sempre na 1ª quinta-feira de cada mês às 18h30min com entrada gratuita, mas o museu convida a participar da campanha Saúde Criança de arrecadação de alimentos. A próxima edição acontecerá excepcionalmente na segunda semana, devido ao feriado de Corpus Christi, sendo realizada no dia 14 de junho.

A coordenação dos saraus é do médico Aury Hilário, diretor-presidente da Associação Gaúcha de Cultura Musical e Agenda Lírica, com apoio do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul. Os alimentos a serem destinados à Associação Saúde Criança que têm maior demanda são: feijão, açúcar, óleo, massa, farinha de trigo e de milho e leite integral. A associação repassa em forma de cesta básica às famílias atendidas, que são encaminhadas pelo Hospital da Criança Conceição.  




Veja aqui mais fotos do evento
Assista aqui as últimas edições


Programa

1 - Ideale F.P.Tosti
2 - Fly me to the moon B.Howard

3 - Villanelle H.Berlioz
4 - Les Berceaux G.Fauré

5 - Les Chemins de l'amour F.Poulanc
6 - Ombra mai fu (Xerxes) G.F.Händel

7 - La Rosa y el Sauce C.Guastavino
8 - Canción del Árbol del Olvido A.Ginastera

9 - Seguidilla (Carmen) G.Bizet
10- Habanera (Carmen) G.Bizet






Rose Carvalho, mezzo-soprano
Iniciou estudo do canto lírico com a orientação da Profª Gisa Volkmann. Participou de cursos e workshops de canto ministrados pelo Maestro Cláudio Ribeiro, Laura de Souza (Soprano), Paulo Abrão Esper (Tenor), entre outros. Realizou ensaios/estudos de interpretação de árias de ópera, com os pianistas Iuri Pingo e Maria Aparecida Rasetti. De 1999 a 2004, realizou o trabalho de preparação vocal do Grupo de Cantores Evangélicos da Igreja Evangélica Assembléia de Deus, em Viamão. Em 2005, passou a integrar o Coral Porto Alegre, quando participou de concertos com a Orquestra de Câmara do Teatro São Pedro e com a Orquestra de Câmara da ULBRA. Atuou como solista no Oratório de Natal, de Saint-Säens, com a Orquestra de Câmara da Fundação Cultural de Feliz e também na Missa em Sol Maior, de Mozart, com
a Orquestra FUNDARTE. Atualmente realiza o trabalho de técnica vocal com três grupos: Oficina de Canto e Grupo Vocal JESP (Igreja da Reconciliação) e o madrigal feminino Donna Voce. 



Ricardo Caldas, barítono

Estudou com Luiz Ramirez, em Porto Alegre, Neyde Thomaz e Rio Novello, em Curitiba, e com o barítono Carlos Rodriguez. Frequentou cursos e master-classes com renomados cantores nacionais e estrangeiros, como Inácio de Nonno (Rio de Janeiro), Martha Herr (EUA) e Roland Hermann (Alemanha). Foi vencedor do Concurso Jovens Solistas, da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, e do Concurso de Canto Aldo Baldin, em Florianópolis. Vem apresentando-se em recitais e produções operísticas, destacando-se A Flauta Mágica, de W. A. Mozart, em Curitiba (Sarastro), A Little Sweep, de Benjamin Britten, em produção da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Bob), La Traviata, de Giuseppe Verdi, com o Instituto de Cultura Musical da PUCRS (Marchese D’Obigny) e com a Orquestra Sinfônica do Paraná (Dottore Grenvil), Carmen, de Georges Bizet, em Florianópolis (Zuñiga), L’Elisir d’Amore, de Donizetti (sargento Belcore), além de concertos e cortinas líricas, dos quais se destacam concerto em homenagem à Rossini, com a Orquestra da Universidade do Porto/Portugal, no Teatro Guaíra, em Curitiba, e concerto em homenagem aos cem anos de morte de Giuseppe Verdi, no mesmo Teatro, com a Orquestra Sinfônica do Paraná, sob regência de Jamil Maluf. Apresentou recitais de canto e piano em diversos espaços, como o Theatro São Pedro (Foyer), Biblioteca Pública/Salão Mourisco, Instituto Goethe e Casa de Cultura Mário Quintana, em Porto Alegre, Theatro Treze de Maio, em Santa Maria, Teatro da Reitoria, Canal da Música, Memorial de Curitiba, em Curitiba, com repertório que abrange do século XVIII ao século XX.




Jonatas Asafe, pianista
Iniciou seus estudos de piano aos 9 anos de idade no Conservatório Heitor Villa Lobos, em Taquara – RS, onde formou-se nos cursos de piano e teclado. Em 2007, iniciou o curso de Bacharelado em música, com ênfase em Piano, sob a orientação do professor Dr. André Loss. Nesse mesmo ano, foi convidado para ser professor de piano na Fundação Cultural de Igrejinha – RS. Estabeleceu inúmeras parcerias musicais, tanto em Música de Câmara como em acompanhamento, entre elas: Eni Massera, João Borba, Elizier Leme, Ana Paula Schimitt. Em 2009, ensaiou com a Orquestra do Theatro São Pedro, interpretando o Concerto para piano Nº1 de Mendelssohn. Em 2010 foi convidado para lecionar piano no Curso de Extensão da UFRGS e também como pianista do coro e arranjador na Igreja Batista Central de Porto Alegre. Em 2011, foi convidado a participar da coletiva de Música Popular da UFRGS sob orientação da professora Luciana Prass, também apresentou seu recital de graduação interpretando obras de Mozart, Chopin e Strauss, esse mesmo programa foi apresentado no Festival de Música da UFSM, onde participou de masterclass com o prof. da USP Eduardo Monteiro.



Compartilhe:


Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player