menu.jpg

06/11/2012 | Versão para Impressão

Seminrio de Digitalizao de Acervos

Promovido pelo GT Acervos da ANPUH-RS, Museu de História da Medicina e Justiça Federal do RS, no dia 05 de novembro foi realizado no Auditório da JFRS o Seminário de Digitalização de Acervos, com a realização de palestras, oficina e conferência com especialistas sobre o tema. A organização informa que os certificados serão emitidos em trinta dias e breve as apresentações palestras estarão disponibilizadas online.


A abertura foi conduzida pelo Historiador Éverton Quevedo, coordenador do GT Acervos, juntamente com o Juiz Federal Eduardo Tonetto Picarelli, Diretor do Foro da Seção Judiciária do Rio Grande do Sul. A seguir veio a primeira palestra, "A afirmação do Direito à Memória e a importância dos acervos do Poder Judiciário", ministrada pelo analista judiciário Dailor dos Santos, Mestre em Direito Público pela UNISINOS e Especialista em Direito do Estado pela UFRGS. O palestrante também é membro do Grupo de Estudos sobre Internacionalização do Direito e Justiça de Transição - IDEJUST e membro dos grupos de pesquisa Dever de Memória e Construção da História Viva. A segunda palestra, "A Gestão de Documentos Judiciais em arquivos como ferramenta de acesso aos bens culturais" ficou a cargo da Juiza Federal Ingrid Schroder Sliwka, titular da 5ª Vara de Porto Alegre e Consultora da Gestão Documental da Seção Judiciária do RS e da Comissão Permanente de Avaliação do TRF da 4ªRegião. A fala teve a mediação da Juíza Federal Andréia Castro Dias, Diretora do Foro de Rio Grande. 

Na parte da tarde aconteceu a oficina "Digitalização de Acervos", ministrada por Letícia Castro, Jornalista, formada pela Unisinos, e Arquivista, formada pela UFRGS, Especialista em Comunicação Empresarial pelo MBA da Unisc. Responsável pelo Setor de Comunicação do Museu de História da Medicina desde 2007, a profissional faz a gestão do acervo digital de fotos da Comunicação do Muhm. Integrou a Comissão Setorial de Arquivos e o levantamento documental para o Sistema de Arquivos do Estado SIARQ/RS de 2003 a 2007 na Secretaria de Reforma Agrária e Cooperativismo, onde também foi coordenadora da Comunicação de 2004 a 2007. A atividade foi enriquecida pela participação do palestrante da noite, Humberto Celeste Innarelli, que contribuiu com a sua experiência no Arquivo Edgard Leuenroth, na Unicamp. O objetivo foi o de capacitar para a elaboração de projeto de digitalização de massas documentais considerando as especificações técnicas e as formas de digitalização levando em conta resolução, bits/cores, formato, tamanho de arquivo, prazo e armazenamento. 


A conferência do evento aconteceu à noite, com a fala oficial de Humberto Innarelli sobre "Acervos Digitais", em uma série de questionamentos e reflexões sobre o tema a forma como os documentos digitais já fazem parte da vida e do cotidiano de todos.



Compartilhe:


Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player