menu.jpg

02/07/2014 | Versão para Impressão

Exposio "Medicina e o Futebol"


 
Em função da 20ª edição da Copa do Mundo de Futebol, o MUHM entrou em campo para trazer uma temática que envolve a todos, mas de forma distinta. A partir do ponto de vista dos médicos, que contribuem para a saúde dos atletas, são exploradas as ações que possibilitam aos jogadores dar alegria a uma legião de torcedores. Os visitantes poderão conhecer a história da Medicina Esportiva e de seus precursores, médicos que iniciaram esta atividade junto aos times de futebol, união hoje de dissolução impensável.

» Horários durante a Copa 2014




Segundo o diretor do MUHM, Germano Bonow, esta é uma oportunidade de juntar o esporte, no caso, o futebol, e a Medicina, com o que acontece nos últimos 100 anos. "Tivemos a colaboração do Museu da Anatomia, do dr. Arnaldo Costa Filho, dos médicos do Inter, Grêmio, Federação, e agora esperamos as escolas para conhecerem mais sobre a Medicina e o Futebol", disse o diretor.




 
Álbum de fotos no Flickr   Álbum de fotos

 

Quem visitar o MUHM poderá entrar em campo também: o chão do museu vira um gramado, e da arquibancada é possíval assistir a uma projeção que lembra momentos emocionantes do esporte, como gols, vibração de torcidas, a agonia da lesão, o departamento médico atendendo os jogadores.


A secretária geral do SIMERS Ana Maria Martins comentou o conteúdo educativo da mostra. "Nesse momento em que estamos vivendo a Copa, trazendo medicina e futebol, a exposição fala de esporte e saúde, relacionando a história da medicina gaúcha. É muito interessante e educativo. Aprendi vendo a exposição", relatou.


 

  
Os diretores médicos do Inter e do Grêmio contam como começaram nos clubes, a evolução da medicina nos tratamentos e a repercussão na recuperação dos jogadores. Já o médico da Federação Gaúcha de Futebol conta como funciona o trabalho do médico nos regulamentos dos campeonatos. 

O médico do Grêmio, Saul Berdichevski, disse que conseguiu reviver muitos momentos na exposição. "Revivi coisas inclusive da minha adolescência e juventude, pois na minha idade tudo o que estou vendo aqui faz parte da minha história no futebol, estão de parabéns", disse o médico.


 

 


           

 
Por meio de uma parceria com o Museu de Anatomia da Universidade de Ciências da Saúde de Porto Alegre, são apresentadas três peças da oficina de dissecação, que permitem ao visitante conhecer melhor o movimento dos pés e a anatomia dos jogadores de futebol. 



A coordenadora do museu, professora Andrea Oxley, falou sobre a iniciativa conjunta. "Para todos nós foi muito interessante, pois nossa exposição é anual e dura apenas cinco dias. Agora é possível manter as peças expostas por um tempo bem maior, indo ao encontro aos nosso objetivos de popularizar e democratizar o acesso à ciência e ao ensino, foi uma grande parceria", comemorou.



Também presente à inauguração o presidente da Câmara Municipal de Porto Alegre, o vereador Professor Garcia, falou a evolução da Medicina na área. "A Medicina Esportiva a cada ano que passa evolui a nível mundial, vemos pessoas que fazem uma cirurgia e em poucas semanas já estão jogando. Essas tecnologias são cada vez menos invasivas e depois de se aplicarem no desporto também se aplicam a nossa vida cotidiana", comentou.

Uma linha do tempo e um módulo interativo permitem aos visitantes conhecer os primeiros times gaúchos, escudos da dupla Gre-Nal, mascotes de copas passadas, e curiosidades e informações sobre o esporte e as especialidades médicas relacionadas à prática esportiva.

 



 

Serviço: 
Visitação: de 04 de junho até 2015
Horário: terças a sextas-feiras das 11h às 19h; sábados, domingos e feriados das 14h às 19h
Entrada gratuita.
Escolas: agendamento de visitas com transporte, mediação e oficinas pelo e-maileducativo@muhm.org.br ou fone (51) 3029-2900
Mais informações: www.muhm.org.br 



           


Compartilhe:


Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player