SILVA, Francisco Ribeiro da

Natural de Pelotas (RS), 1920 – Pelotas, 4 de março de 1996. Formado pela Faculdade de Medicina de Porto Alegre, em 1944. Logo voltou para Pelotas, onde foi conceituado clínico e personagem de histórias insólitas até pouco antes de falecer. Foi professor de Medicina Legal na Faculdade Católica de Pelotas e prestou assistência gratuita aos universitários da cidade, o que valeu homenagens e condecorações de governos de nações latino-americanas. Por três vezes candidatou-se a vereador e sempre foi eleito, mas licenciava-se sem ônus para os cofres públicos, pois não permitia que alguma coisa o afastasse da prática da Medicina. Gostava que o chamassem pelo apelido de Xico, com Xis, mas demonstrava desconforto quando acrescentaram a palavra louco. Tornou-se uma legenda como criador e personagem de histórias que em nada empanaram seu conceito de ótimo clínico e professor. O Dr. Marcos Rovinski, seu biógrafo em Clínica do Bom Humor, destacou o uso da imprensa para comunicações com os pacientes. Gravemente enfermo, achou que deveria agradecer o interesse demonstrado por eles e publicou o seguinte aviso: “Dr. Silva agradece a todos os que contribuíram ou se solidarizaram pela prorrogação de sua partida”.

ROVINSKI, Marcos. Clínica do Bom Humor. Porto Alegre:AGE, 1999.

http://eusabiaetusabias.blogspot.com/2014/10/francisco-ribeiro-da-silva.html

;