SILVA, Gastão Pereira da

Natural de São José do Norte (RS), 17 de novembro de 1898 - 1987. Formou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro. Além de médico atuou como biógrafo, novelista, tradutor e teatrólogo. Foi o primeiro e o maior divulgador da Psicanálise de Sigmund Freud no Brasil. Um dos primeiros psicanalistas do Rio de Janeiro. Notabilizou-se como combativo crítico das normas e regulações da formação de psicanalista preconizadas pela International Psycoanalytic Association (IPA), por julgá-las elitistas e por ser peremptoriamente a favor da análise leiga. Além de lutar para tornar o debate sobre a psicanálise um tema mais acessível ao público leigo, foi um crítico severo das normas elitistas da formação em psicanálise. Atuou na imprensa, com passagens pelas revistas (Carioca, Vamos Ler, Dom Casmurro e Seleções Sexuais), escreveu mais de 50 livros, buscando tornar seus pressupostos teóricos acessível ao leitor leigo. Como radialista criou programas de rádio Teatro e radionovela na Rádio Nacional, tornando-se um nome de referência na introdução da psicanálise no dia a dia de nossa população urbana. Defensor da liberdade de imprensa e dos direitos humanos, foi sócio e Conselheiro da ABI - Associação Brasileira de Imprensa e membro titular da Sociedade Brasileira de Criminologia (SBC). Criou em 1955, um curso de Introdução à Psicanálise por correspondência que se destinava a divulgação da teoria freudiana sem qualquer caráter médico ou terapêutico. Utilizou os Correios como meio de divulgação da psicanálise respondendo inúmeras cartas com dúvidas. Dedicou-se a clínica psicanalítica em consultório particular desde os anos 30 até a década de 70. Entre suas obras podemos citar: Sangue – História de um Crime Sexual, romance, 1928, 235p., Ofs. Grafs. de A Pernambucana, Rio de janeiro, RJ. Um para Quarenta Milhões – Procópio Ferreira Através da Psicanálise, estudo, 1933, 177p., Editora Moderna, Rio de Janeiro. Prudente de Moraes, o Pacificador, biografia política, 1937, 267p., Zélio Valverde Editor, Rio de Janeiro. Rodrigues Alves e sua Época, biografia política, s/d (1939), 254p., Editora A Noite. Rio de Janeiro. Vícios da Imaginação-Meios de Corrigí-los, estudo, 1939, 212p., Liv. José Olympio Editora, Rio de Janeiro. Vícios da Imaginação..., estudo psicanalítico, 2.ed., 1942, 268p., Liv. José Olympio Editora, Rio de Janeiro; 3.ed., 1945, 301p. mesma editora; 4.ed., 1948, 252p., mesma editora e local; 5.ed., 1952, 242p., mesma editora e local. 6.ed., 1956, 234p., mesma editora e local. O Romance de Oswaldo Cruz, biografia, 1.ed., s/d, 282p. Brasília Editora, Rio de Janeiro; 2.ed., 1942, 342p. Editora A Noite, Rio de Janeiro. Para Compreender Freud, ensaio, 5.ed., 1940, 257p., ilust., civilização Brasileira, Rio de Janeiro; 6.ed., 1942, 275p., Editora Mundo Latino, Rio de Janeiro. A Urina Normal e a Patológica, medicina, 1940, 180p. Editora Científica, Rio de Janeiro. Freud, estudo biográfico, 1941, 64p. Editora A Noite, Rio de Janeiro. O Inimigo das Mulheres, comédia de Goldoni, trad., 1941 (14.7), rep. Cia. Procópio Ferreira no Teatro Serrador, Rio de Janeiro. Para compreender Freud, ensaio, 1935, 240p., Civilização Brasileira, Rio de Janeiro. Conheça o Seu Filho, Educativo, 1941, 300p., Editora A Noite, Rio de Janeiro; 2.ed., 1952, 297p., mesma editora e local. Xavier da Silveira e a República de 89, estudo biopolítico, 1940, 274p., ilust., Civilização Brasileira, Rio de Janeiro. Getúlio Vargas e a Psicanálise das Multidões, estudo, s/d, 127p., Zélio Valverde Editor, Rio de Janeiro. Nota: Bibliografia Brasileira, INL, dá como publicado em 1940. Doentes Célebres, divulgação, 1942, 268p., ilust., EPASA, Rio de Janeiro. Getúlio Vargas e o Aspecto Intelectual da Sua Obra, ensaio. 1942, 74p., Gráfica Guarani, Rio de Janeiro. A Psicanálise em 12 Lições, divulgação, 3.ed., s/d, 155p., EPASA, Rio de Janeiro. Nota: B.B. LNL, dá como editado em 1943. Como Se Interpretam os Sonhos, estudo, 1943, 294p., Liv. José Olympio Editora, Rio de Janeiro. A Mulher na Rússia, estudo social, 1944, 206p., EPASA, Rio de Janeiro. Os Bichos Amam Assim..., divulgação científica, 1944, 288p., Nosso Livro Editora, Rio de Janeiro. Brigadeiro Eduardo Gomes, biografia, 1945, 187p., EPASA, Rio de Janeiro. Almeida Júnior – Sua Vida e sua Obra, biografia inf., 1946, 159p., ilust., Editora do Brasil, Rio de Janeiro. Constituintes de 1946, escorços biográficos, 1947, 331p. Editora Spinosa, Rio de Janeiro. O Tabu da Virgindade, estudo, 1947, 197p. Editora Mundo Latino, Rio de Janeiro; 2.ed., 1948, 189p., mesma editora e local; 3.ed., 1952, 189p., mesma editora e local; 4.ed., 1955, 193p. mesma editora e local; 5.ed., 1957, 189p., mesma editora e local; 6.ed. 1961, 124p., mesma editora e local; 7.ed., 1967, 197p., mesma editora e local. Como se Pratica a Psicanálise, divulgação. 148, 228p., Liv. José Olympio Editora, Rio de Janeiro. O Que é Psicanálise?, divulgação, 1959, 101p., Organização Simões, Rio de Janeiro. Nevrose do Coração ou Os Falsos Cardíacos, div. médica, 1961, 124p. Edições Ouro-Tecnoprint Gráfica, Rio de Janeiro. O Ateísmo de Freud, ensaio, 1966, 118p., Zahar Editores, Rio de Janeiro. Deus e a Angústia Humana, ensaio filosófico, 1968, 232p., Editora Itatiai, Belo Horizonte. Parapsicologia e Psicanálise, estudo, 1968, 240p., Editora Itatiaia, Belo Horizonte.

MARCONDES, Sérgio Ribeiro de Almeida. “Nós, os charlatães”: Gastão Pereira da Silva e a divulgação da psicanálise em O Malho (1936-1944). Dissertação (Mestrado em História das Ciências e da Saúde) – Fundação Oswaldo Cruz. Casa de Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro: s.n., 2015.

Aviso de Privacidade

O Simers utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para melhorar a experiência de usuário. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições.

Ver Política
;