Estigma e isolamento:


A Hanseníase no Rio Grande do Sul




A Hanseníase na atualidade


O Brasil é considerado o segundo no mundo com mais incidências de casos de Hanseníase, ficando atrás apenas da Índia, demonstrando a necessidade de ações de educação para a saúde.

Atualmente o tratamento específico da Hanseníase, recomendado pela Organização Mundial de Saúde e utilizado pelo Ministério da Saúde do Brasil, é a poliquimioterapia, distribuído de forma gratuita nos Centros Municipais de Saúde. Mesmo assim, entre os anos de 2014 a 2018, foram diagnosticados no Brasil 140.578 casos novos de Hanseníase.



Nos últimos anos, o Brasil apresentou um pequeno, porém preocupante, número de novos casos de Hanseníase. Isso ocorre também no Rio Grande do Sul, segundo dados do Ministério da Saúde, reforçando a necessidade de se conhecer mais sobre essa doença.



Como prevenir a Hanseníase?


A Hanseníase é uma doença tratável e, na maioria dos casos, curável. Através do diagnóstico precoce e tratamento, além da investigação de contatos que convivem ou conviveram, de forma prolongada, com caso novo diagnosticado de hanseníase, temos a possibilidade de tratar e prevenir novos casos.

No último domingo de Janeiro são promovidas ações de conscientização sobre a Hanseníase para marcar o Dia Nacional de Combate e Prevenção.


Apoio


Hospital Colônia Itapuã


Referências


BECHLER, Reinaldo Guilherme. Re-conhecendo Armauer Hansen: o cientista da lepra e o personagem histórico. In: Anais do XXVI Simpósio Nacional de História - ANPUH, São Paulo, julho, 2011. p,1-18. Disponível em < http://www.snh2011.anpuh.org/resources/anais/14/1300473644_ARQUIVO_TextoAnpuhReinaldoBechler.pdf > acesso em 03/06/2020

BÍBLIA SAGRADA. Levítico 13. Ed. Pastoral Paulus. São Paulo, 1990.

Biografia de São Francisco de Assis. Disponível em acesso em 22/06/2020.

FAGUNDES VARELLA, Luís Nicolau. Diário de Lázaro: Poemeto - Um estudo crítico por Fagundes Távora. - Edição da revista brasileira - Rio de Janeiro: Tipografia Nacional, 1880

FONTOURA, Arselle de Andrade da. et al. Desvendando uma história de exclusão: a experiência do Centro de Documentação e Pesquisa do Hospital-Colônia Itapuã. In: História, Ciência e Saúde - Manguinhos: RJ, 2003, Vol. 10 (Suplement 1), p.408. DisponívelAcesso em 08 de jun. de 2020.

GARCIA, Paulo César Estaitt. Doenças Contagiosas e hospitais de isolamento em Porto Alegre – 1889/1928. Dissertação de Mestrado em História, PUCRS. Porto Alegre, 2002.

GOFFMAN, Erving. Manicômios, prisões e conventos. São Paulo: Perspectiva,
1999.

ALENCAR, José. A Alma de Lázaro. Fortaleza: Expressão Gráfica, 2011.

LE GOFF, Jacques. As doenças têm história. Lisboa: Terramar, 1997, p.137

MEDEIROS, Helena Thomassim. Da exclusão à exposição: Narrativas expográficas do Memorial do Hospital Colônia de Itapuã. Trabalho de conclusão de curso de Museologia da UFRGS, 2015.

___________________________. O que sobrou de nós: as escolhas expográficas do Memorial Colônia Itapuã- RS. Dissertação de Mestrado, UFPel, Pelotas (RS), 2019.

PICON, Pedro D. et al. Do isolamento ao sanatório: diferentes práticas e serviços em um espaço de saúde pública de Porto Alegre – de 1909 a 2001. Disponível em acessado em 04 de junho de 2020.

PROENÇA, Fernanda Barrionuevo. Os escolhidos de São Francisco: aliança entre Estado e Igreja para a profilaxia da lepra na criação e no cotidiano do Hospital Colônia Itapuã – (1930-1940). Dissertação de Mestrado em História, PUCRS, Porto Alegre, 2005.

QUEVEDO, Éverton Reis. Isolamento, isolamento e ainda, isolamento: O Hospital Colônia Itapuã e o Amparo Santa Cruz na profilaxia da lepra no Rio Grande do Sul. 1. ed. São Leopoldo: Casa Leiria, 2016

SERRES, Juliane C.P. Nós não caminhamos sós: o Hospital Colônia de Itapuã e o combate à lepra no Rio Grande do Sul (1920-1950). Dissertação de Mestrado em História, Unisinos, São Leopoldo (RS), 2004.

___________________. Memórias do Isolamento: trajetórias marcadas pela experiência de vida no Hospital Colônia Itapuã. Tese de Doutorado em História, Unisinos, São Leopoldo (RS), 2009.


Aviso de Privacidade

O Simers utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para melhorar a experiência de usuário. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições.

Ver Política
;