BAÑOLAS, Elpídio

Natural de Júlio de Castilhos (RS), 3 de ago. de 1900 - 21 de set. de 1992. Filho do Ten.Cel. Raphael Bañola e Amélia Cândida Silveira Bañolas. Iniciou seus estudos escolares em Santa Maria (RS) e posteriormente em Porto Alegre (RS). Foi goleiro do Internacional em Porto Alegre, em 1919. Formou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina de Porto Alegre, em 1927, defendendo a tese: “Do equilíbrio lipo-lipóidico na pathogenia dos edmeas”. Especializou-se em Pediatria e Ginecologia. Fez curso de especialização no Instituto Oswaldo Cruz, de Porto Alegre (RS). Exerce a profissão na cidade de Júlio de Castilhos (RS). Casou-se, em 1931, com Maria Helena Waihrich Socal Bañolas, de cujo matrimônio tem as filhas de nome Gelcy e Gilcéa.

FRANCO, Álvaro; RAMOS, Sinhorinha Maria. Panteão Médico Riograndense: síntese cultural e histórica. São Paulo: Ramos e Franco Editores, 1943. p. 483.

https://www.ufrgs.br/famed/index.php/informacoes-academico-medicina/formados/71-1904-a-1930

https://sites.google.com/site/genealogiacastilhense/waihrich

https://futeboloutrahistoria.blogspot.com/2020/06/os-medicos-colorados.html

;