MUZZI, Julio Cesar

Natural do Rio de Janeiro (RJ), 1770 – 14 de setembro de 1832, em Porto Alegre (RS). Filho do Dr. Gonçalo José Muzzi. Atuou como Físico-Mor das tropas da Capitania desde 1815, teve o apoio dos governadores, mas sua luta cresceu quando o Brigadeiro Saldanha autorizou a vacinação do próprio filho. Assim, apenas sete anos após a divulgação da vacina por Jenner, conseguiu o Dr. Muzzi implantá-la no Rio Grande do Sul. Isso foi muito benéfico quando lavrou epidemia já no ano seguinte. Vacinou 483 pessoas em 1820 e, daí até junho de 1822, e mais 1.015, num total de 1.453 vacinados. Lutou bravamente pelo estabelecimento da vacina antivariólica na Capitania do Rio Grande de São Pedro. Entre as obras publicadas por ele destacamos: “Plano para o estabelecimento da vacina na Capitania do Rio Grande de São Pedro do Sul” (no fim, datado e assinado). Porto Alegre, 1o de junho de 1822. Dr. Julio Cesar Muzzi. (IHGB, lata 44, doc. 25). 18 p. Escritas, incluindo anexos. De seu primeiro casamento com Rosa Alexandrina de Azevedo. Teve os filhos Augusto Cézar Muzzi e a filha Margarida Cezar Muzzi.

ALBERTON,, Mirele Das Providências, Que Se Tem Dado a Respeito Da Saúde Pública. 2018. Disponivel em <http://www.repositorio.jesuita.org.br/handle/UNISINOS/7686>

;