OLIVEIRA, Harry Quadros de

Natural de Dom Pedrito (RS). Cursou o colégio La Salle, em Santa Maria (RS). Diplomou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina na Universidade de Porto Alegre, em 1942. Exerceu a profissão em Nova Milano (SC), posteriormente veio a chamar-se Seara (SC). Os instrumentos para o trabalho foram comprados pela comunidade de Seara (SC) atendendo aos pacientes na pensão onde morava, transformada em um pequeno hospital. Em alguns anos, novamente a comunidade se mobilizou para construir o primeiro hospital de Seara (SC). Realizou curso de especialização no Brasil. Foi convidado a estudar nos Estados Unidos e fez residência no hospital Torrington, em Connecticut, onde também trabalhava como enfermeira Lydia, com quem casou. Em 1954 retornou para Seara (SC), e exerceu a medicina por 9 anos, participou da criação do município e contribuiu com o desenvolvimento da cidade. Transferiu-se para Porto Alegre (RS) e passou a atender no berçário do Hospital Fêmina. Abriu uma clínica em Canoas (RS) e também trabalhou como médico da Base Aérea. Publicou a biografia “A travessia de Harry, o médico centenário”. Casou-se em 1954 Lydia.

FRANCO, Álvaro; RAMOS, Sinhorinha Maria. Panteão Médico Riograndense: síntese cultural e histórica. São Paulo: Ramos e Franco Editores, 1943, p.546.

https://www.ufrgs.br/famed/index.php/informacoes-academico-medicina/formados/73-decada-de-1940

https://www.sprs.com.br/sprs2013/noticias/detalhe.php?id=23&detalhe=727

Aviso de Privacidade

O Simers utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para melhorar a experiência de usuário. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições.

Ver Política
;