PEDERNEIRAS, Manuel Veloso Paranhos

Natural de Porto Alegre (RS), 2 de setembro de 1832 – Rio de Janeiro, 6 de março de 1907. Estudou no Colégio Dom Pedro II, Rio de Janeiro, 1842-1849. Formou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1855. Retornou para Porto Alegre (RS) e exerceu sua profissão como médico. Foi lente de francês da Escola Militar de Porto Alegre, em 1856, e do Liceu Dom Afonso, em Porto Alegre. Foi diretor de “O Mercantil”, de Porto Alegre, em 1861; e de “A Ordem”, de Porto Alegre, de 1861-1864. Foi Deputado à Assembleia Provincial do RS, em 1865. Participou da Guerra do Paraguai. Transferiu-se para o Rio de Janeiro em 1865 e atuou como médico do Laboratório de Campinho, RJ, em 1868, e da Estação Férrea Central do Brasil, no RJ. Foi redator do “Jornal do Comércio”, no RJ, a partir de 1868 e do “Diário de Notícias”, no RJ, de 1884 -1886. Foi comissário e inspetor geral da Higiene no Rio de Janeiro. Publicou artigos no jornal A Ordem, em Porto Alegre, de 1861-1864; e no Diário de Notícias, no RJ, de 1884-1886. Pai de Oscar Pederneiras, Mário Pederneiras e de Raul Pederneiras.

PORTO-ALEGRE, Achylles. Homens Illustres do Rio Grande do Sul. Livraria Selbach, Porto Alegre, 1917.

https://www.rsnoticias.top/2016/05/manuel-veloso-paranhos.html

;