BASTOS, Luiz Martins

Natural de Uruguaiana (RS), 5 de jan. de 1912 - 12 de jan. de 2006. Fez os estudos primários e secundários no Ginásio Santana em Uruguaiana (RS). Formou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina de Porto Alegre (RS) em 1936, especializando-se em Cirurgia, Urologia e Ginecologia. Fez viagens de estudos à Buenos Aires e Montevidéu, e no Rio de Janeiro fez cursos de Cirurgia com o Prof. Brandão Filho, e de Urologia com o Prof. Estelita Lins. Exerceu a profissão na Santa Casa de Caridade em Uruguaiana (RS). O Colégio Agrícola Municipal de Uruguaiana leva o seu nome, em homenagem ao Médico Humanitário com ligações ao meio produtivo rural tendo sido pioneiro na criação de equinos da raça Crioula. Foi responsável pela introdução do sangue chileno no Brasil, em 1972, com a aquisição histórica de La Invernada Aniversário, em parceria com os sobrinhos Flávio e Roberto Bastos Tellechea. Produziu animais premiados em morfologia e função. Recebeu condecorações de diferentes núcleos e associações.Casou com Nyora Urich Bastos, com quem teve 5 filhos: Luiz Antônio Martins Bastos; Paulo Martins Bastos (médico); Carlos Alberto Martins Bastos; Jorge Martins Bastos e Maria Cristina Bastos Fernandes.

FRANCO, Álvaro; RAMOS, Sinhorinha Maria. Panteão Médico Riograndense: síntese cultural e histórica. São Paulo: Ramos e Franco Editores, 1943, p. 486.

https://www.ufrgs.br/famed/index.php/informacoes-academico-medicina/formados/72-decada-de-1930 http://colegioagricola.uruguaiana.rs.gov.br/sobre.php

https://www.paginarural.com.br/noticia/256201/livro-luiz-martins-bastos-o-criador-simbolo-da-raca-crioula-sera-lancado-na-expoficcc

https://docplayer.com.br/48401798-Jornal-da-associacao-brasileira-de-criadores-de-cavalos-crioulos-fevereiro-ano-18-no-144.html

;