SARMENTO BARATA, José Soares

Natural de Porto Alegre (RS), 21 de agosto de 1900. Filho de Manoel Tomaz Sarmento Barata e de Maria da Glória Soares Sarmento Barata. Diplomou-se pela Faculdade de Medicina de Porto Alegre (RS) em 1923, defendeu a tese “Estudo sobre a lepra no Rio Grande do Sul”, conquistando o Prêmio “Oswaldo Cruz". Especializou-se em moléstias da nutrição e metabolismo, tendo feito viagens de estudo e aperfeiçoamento à França e Alemanha. Exerceu as atividades profissionais no Rio de Janeiro. Foi interno do Hospital da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre durante os anos 1918, 1919, 1920, 1921,1922 e 1923. Ajudante de preparador da cadeira de Parasitologia da Faculdade de Medicina da Universidade de Porto Alegre durante os anos de 1018 e 1919. Ajudante de Preparador da Cadeira de Microbiologia da Faculdade de Medicina da Universidade de Porto Alegre-1920. Interno da primeira Cadeira de Clínica Médica, Prof. Octavio de Souza, da Faculdade de Medicina da Universidade de Porto Alegre, durante os anos de 1920, 1921, 1922 e 1923. Ajudante de preparador da Cadeira de Farmacologia, durante o ano de 1921. Assistente e Chefe de clínica da primeira cadeira de clínica médica, Prof. Octavio de Souza, da Faculdade de medicina da Universidade de Porto Alegre de 1924 a 1935. Preparador da cadeira de Patologia Geral da Faculdade de Medicina da Universidade de Porto Alegre durante os anos de 1926 e 1927, tendo ocupado a cátedra interinamente durante cinco meses. Medalha de Ouro- Prêmio Oswaldo Cruz-conferido pela congregação da Faculdade de Medicina da Universidade de Porto Alegre em 1923. Membro efetivo da Sociedade de Medicina de Porto Alegre. Membro efetivo da Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro. Diretor do serviço de Radiologia do Hospital da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre. Membro do Congresso Nacional de Medicina realizado na Cidade do Rio de Janeiro em comemoração ao Centenário da Academia Nacional de Medicina- 1929. Idealizador e um dos fundadores do grande Hospital Belém para tuberculose no estado do Rio Grande do Sul. Fundador e Ex-Diretor do Instituto Modelo de diagnóstico: “Instituto de Clínicas”. Na Academia Nacional de Medicina é patrono da cadeira 50.

FRANCO, Álvaro; RAMOS, Sinhorinha Maria. Panteão Médico Riograndense: síntese cultural e histórica. São Paulo: Ramos e Franco Editores, 1943, p.562

https://www.anm.org.br/jose-sarmento-barata/

https://www.ufrgs.br/famed/index.php/informacoes-academico-medicina/formados/71-1904-a-1930

;