SILVA, Joaquim Caetano da

Natural de Jaguarão (RS), 2 set. 1810 – 27 fev. 1873 em Niterói (RJ). Filho de Antônio José Caetano da Silva e Ana Maria Floresbina da Silva. Formou-se em Humanidades na França e posterior em Medicina pela Faculdade de Montpellier (França), em 1837. Prof. de Gramática Portuguesa, Retórica e Grego no Colégio Dom Pedro II, RJ, 1838 e Reitor do mesmo em 1839. Encarregado dos Negócios do Brasil (1851). Em 1853, conduziu em Haia as negociações para o ajuste de limites com a Colônia de Suriname, questão resolvida, muito mais tarde, pelo Tratado de Rio Branco e Palm, em 1906. Foi Cônsul Geral do Brasil (1854) na Holanda. Prof. do Liceu Provincial de Niterói (RJ). Co-fundador do IHGB, da Societé d’Histoire Naturelle de Montpellier e do Círculo Médico de Paris. Oficial da Ordem da Rosa e Cavalheiro da Ordem de Cristo. Foi Diretor da Instrução da Corte e do Diretor do Arquivo Nacional de 1869 a 1873 e Membro do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro. É patrono da Academia Brasileira de Letras na cadeira nº19, por escolha do fundador Alcindo Guanabara. Entre as obras publicadas - “Suplemento do Dicionário de Antônio de Morais e Silva”, Rio de Janeiro, 1827. “Fragment d’une mémoire sur la chute des corps”. Montpellier, 1836; “Quelques idées de philosophie médicale”. Montpellier, 1837; “Memória sobre os limites do Brasil com a Guiana Francesa”. Revista do IHGB, n. 20, tomo XIV, 1851; “L’Oyapok et l’Amazone”. Paris, 2 vols. ,1861; “Questões americanas”. Revista do IHGB, tomo XXVI, 1863; "Apêndice ao parecer do Sr. Diogo Soares da Silva de Bivar sobre o índice cronológico do Sr. Agostinho Marques Perdigão Malheiro", ibid; tomo 15, 1852. "Antilia", ibid, 1863. "Sobre a gravidade", rev. Minerva Brasiliense, Rio de Janeiro, tomo 1. "O Oyapock", Revista Popular, id.

https://www.academia.org.br/academicos/joaquim-caetano-da-silva/biografia

;