TEMPEL, Friedrich Joachim Percy

Natural de Chemnitz (Alemanha), 26 de janeiro de 1923 – Porto Alegre, 23 de maio de 1995. Filho de Max Fritz Tempel e Lucy Marie Alice Tempel. Brasileiro naturalizado, formou-se pela Faculdade de Medicina de Porto Alegre, em 1949. Fez pós-graduação em Sociologia na PUC/RS. Especializou-se e Pediatria e exerceu a profissão em Porto Alegre (RS), foi funcionário da Secretaria da Saúde do Estado, membro do Conselho Regional de Medicina e do Conselho Consultivo do Movimento Familiar Evangélico. Trabalhou na Rádio Taquara, pertencente a cidade de mesmo nome, no RS, onde dava aulas sobre a língua alemã, e apresentava um programa tinha músicas e curiosidades sobre país. Obtinha grande aceitação entre os ouvintes, pois a grande maioria dos moradores de Taquara e da região do Vale do Paranhana era de origem alemã. Publicou as obras: A grande viagem de João agricultor. Editora Sinodal, São Leopoldo, 1969. Para onde minha filha? – de um pai a filha adolescente, id, 3 edições, sendo a primeira de 1969 e a terceira de 1979. Gerações em dúvida – respostas a perguntas jovens – id, 1970. Vou contar a história de um menino, id, 1974. O que muitas mães não sabem. Teve 4 edições. “Esboço histórico da assistência médico-rural no Rio Grande do Sul”. Rev. de Med. do RS, P.Alegre, v.14, n.80, nov/dez 1957. “Um sábado sem importância”, artigo, Correio do Povo, 16 set. 1970.

FRANCO, Álvaro; RAMOS, Sinhorinha Maria. Panteão Médico Riograndense: síntese cultural e histórica. São Paulo: Ramos e Franco Editores, 1943, p.574.

https://www.camarataquara.rs.gov.br/camara/tramitacoes/66/7966

Aviso de Privacidade

O Simers utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para melhorar a experiência de usuário. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições.

Ver Política
;