TOTTA, Décio

Natural de Porto Alegre (RS), em 1876 - 4 de junho de 1935, em Porto Alegre (RS). Filho Augusto Rodrigues Totta e Emília Ribeiro Andrade e Silva Totta. Diplomou-se em Medicina pela Escola Médico Cirúrgica de Porto Alegre, em 1916, defendendo a tese “Da liberdade profissional”. Exerceu a profissão somente na última fase de sua vida, quando era procurado pelos pobres. Foi diretor da Enfermaria da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre. Também atuou como 1º Oficial da Diretoria Regional dos Correios e Telégrafos do Rio Grande do Sul. Foi poeta, deixou grande número de poesias. Foi o criador do concurso de robustez infantil. Casou-se com Morgana com quem teve as filhas Rosamaria, Lourdes, Consuelo e Flora.

 

FRANCO, Álvaro; RAMOS, Sinhorinha Maria. Panteão Médico Riograndense: síntese cultural e histórica. São Paulo: Ramos e Franco Editores, 1943, p 574

https://gw.geneanet.org/valdenei?lang=en&pz=valdenei+correa&nz=silveira&p=dario+ribeiro&n=totta acesso em 26 de julho de 2021.

LAITANO, Genaro; LAITANO, Nicolau; Ruas de Porto Alegre: MÉDICOS HOMENAGEADOS com seus nomes. Porto Alegre: EST Edições, 2017. p. 95.

Jornal “A Federação”, Ano XXXIII, 17 de outubro de 1916, Nº 241, p.4.  http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=388653&Pesq=%22Jo%c3%a3o%20Pl%c3%adnio%20de%20Castro%20de%20Menezes%22&pagfis=35197 Acesso em 13 de janeiro de 2022.

Aviso de Privacidade

O Simers utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para melhorar a experiência de usuário. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições.

Ver Política
;