BIASOTTI, Daniel Nicola

Natural de Spezia (Itália), em 13 de novembro de 1888 - 27 de março de 1977, em Muçum (RS). Diplomou-se em Medicina pela Faculdade Médico-Cirúrgica da Real Universidade de Gênova em 1923, defendendo a tese: “Fibromas uterinos”. Especializou-se em Clínica Geral e Cirurgia, tendo frequentado, em viagens de estudos, os Hospitais Ermelidno Matarazzo e Humberto 1ª, de São Paulo. Participou do Congresso Médico da Tuberculose realizado em outubro de 1942, em Turim (Itália). Desempenhou as funções de interno do Hospital Casale, em Monferrato, sob a direção do Prof. Bosio e de Médico das municipalidades de Fubine Monferrato e Monbello Monferrato. Registou-se na D.H.S do RS em 1933. Exerceu clínica em Muçum (RS) de 1920 a 1957. Em Vespasiano Corrêa (RS), na época município de Guaporé (RS) de 1957 a 1965. Casou com Élia Barbiroglio, tendo deste matrimônio um filho, João Carlos.

FRANCO, Álvaro; RAMOS, Sinhorinha Maria. Panteão Médico Riograndense: síntese cultural e histórica. São Paulo: Ramos e Franco Editores, 1943. p. 487.

SCHIERHOLT, José Alfredo. À sombra de plátanos: história da saúde do vale do Taquari. 2ª ed. Lajeado: Evandraf, 1997, p.185.

SCHWARTSMANN, Leonor Carolina Baptista. Entre a mobilidade e as inovações:a presença de médicos italianos no Rio Grande do Sul (1892-1938). Tese apresentada como requisito para obtenção do grau de Doutor em História pelo Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, 2013, p.60 e p.121.

;