ALBUQUERQUE, Manoel Antonio Pitta Pinheiro de

Natural de Porto Alegre (RS), 7 de dez. 1927 - 17 de jan. de 2010. Filho de Coriolano Albuquerque e Zaíra Pitta Pinheiro de Albuquerque. Formou-se em Medicina na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, em 1951. Mudou-se para Catuipe, e posteriormente foi estudar em Buenos Aires, onde se especializou em Neurologia infantil, na Universidade de Buenos Aires. Foi diretor do Instituto Psiquiátrico Forense, antigo Manicômio Judiciário, onde introduziu a alta progressiva. Atuou como professor de psiquiatria das faculdades de Medicina da UFRGS e da PUCRS, além do curso de Pós-graduação em Psiquiatria da UFCSPA. Foi um dos fundadores e presidente da Associação Médica do Rio Grande do Sul (Amrigs), vice-presidente da Associação Médica Brasileira, um dos fundadores da Associação Brasileira de Psiquiatria, presidente da Associação Latino-americana de Psiquiatria, conselheiro do Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul (Cremers) e um dos fundadores e presidente da Academia Sul-riograndense de Medicina. Psiquiatra por mais de 58 anos, dedicou sua prática profissional ao desenvolvimento da psiquiatria clínica dinâmica. Primeiro Vice-Presidente (68-69) da AMB, Presidente (70-71) da AMRIGS; criador e membro do Conselho de examinadores do Exame AMRIGS. Presidente da APAL (1981-85); Presidente do XII Congresso Latino americano de Psiquiatria, 1983. Membro titular, fundador e Presidente da Academia Sul Rio-Grandense de Medicina (1995-6). Vice-Presidente da Federação Brasileira de Academias de Medicina (1995-8). Diretor Científico da revista da Associação Brasileira de Medicina Psicossomática (1997-99). Entre as principais honrarias, foi presidente de honra do Primeiro Congresso Brasileiro de Psicoterapia Analítica de Grupo (1968). Distinguised Foreign guest of the 125th Anniversary Annual Meeting of the American Psychiatric Association (1968); Médico destacado pela Associação de Alunos da Faculdade Nacional de Medicina-UFRJ-1971; Membro Titular Honorário da Sociedad Uruguaya de Psiquiatria (1982); Membro Ativo da New York Academy of Sciences (1985). Casou-se com Iracema Campos de Albuquerque, também psiquiatra, com quem dividiu consultório. Tiveram três filhos: Diane M. Campos de Albuquerque, Galton Campos de Albuquerque e Liana Albuquerque Kalil.

http://www.polbr.med.br/ano09/wal1009.htm

Aviso de Privacidade

O Simers utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para melhorar a experiência de usuário. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições.

Ver Política
;