ESPÍNDOLA, Péricles Destefani

Natural de Rio Grande (RS), 1 de out. de 1912. Filho de Mariano Cardozo Espíndola (médico) e Antonieta Destefani Espíndola. Estudou no Ginásio Municipal Lemos Junior em Rio Grande (RS). Formou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina de Porto Alegre, em 1939, com a tese: “Contribuição ao estudo da infecção experimental tuberculosa nas cavias”. Atuou como estagiário do Ambulatório de Pediatria do Prof. Décio Martins Costa, no serviço médico da assistência pública. Foi interno de Clínica Médica do Prof. Sarmento Leite Filho e substituto na Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre (RS). Exerceu clínica em Rio Grande (RS) desempenhando as funções de médico da Santa Casa de Misericórdia de Rio Grande e do Centro de Saúde nº 4. Participou do 2° Congresso Nacional de Tuberculose que ocorreu em Porto Alegre (RS) em 1941, apresentando parte experimental da sua tese.

FRANCO, Álvaro; RAMOS, Sinhorinha Maria. Panteão Médico Riograndense: síntese cultural e histórica. São Paulo: Ramos e Franco Editores, 1943, p.506.

Aviso de Privacidade

O Simers utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para melhorar a experiência de usuário. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições.

Ver Política
;