FAILLACE, Jandyr Maya

Natural de Porto Alegre (RS), 15 de maio de 1898 - 1º de maio de 1975. Filho de Vicente Faillace e Carlinda Maia Faillace. Fez seus estudos iniciais no Instituto Ginasial Júlio de Castilhos, em Porto Alegre (RS). Diplomou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina de Porto Alegre em 1918, defendendo a tese intitulada “Do conceito Atual da Profilaxia da Lepra”. Especializou-se em Bacteriologia. Fez diversos cursos de aperfeiçoamento no Rio de Janeiro. Foi Livre-Docente de Higiene na Faculdade de Medicina de Porto Alegre. A partir de 1923 exerceu o cargo de médico do Departamento Estadual de Saúde do RS e foi Diretor, em 1947. Também foi Diretor do Instituto de Pesquisas Biológicas do RS de 1926 a 1959, quando se aposentou. Exerceu o cargo de Diretor do Laboratório de Biologia Clínica Faillace. Foi um dos fundadores, no ano de 1939, da Sociedade de Higiene e Saúde Pública do RS, da qual foi presidente efetivo e honorário. Foi membro da Sociedade de Medicina de Porto Alegre e da Ordem do Mérito Médico. Pertenceu ao Conselho Estadual de Educação do RS. É patrono da cadeira 36 da Academia Sul-Rio-Grandense de Medicina. Publicou: Curso de Aperfeiçoamento e Especialização, P. Alegre, Tip. Gundlach, 1940; A Luta Contra a Lepra no Rio Grande do Sul, 1940; “Notas sobre a hidatidose no Rio G. do Sul” In:, FRANCO, Álvaro; RAMOS, Sinhorinha Maria. Panteão Médico Riograndense: síntese cultural e histórica. São Paulo: Ramos e Franco Editores, 1943, p.189-191; “A raiva no Rio Grande do Sul”, Anais do Congresso Médico da Fac. de Med. de P. Alegre, P. Alegre, 1950; “Bases e sugestões para a Campanha Nacional de Educação Sanitária”, em colaboração com Pedro de M. Mitchell, Congresso Brasileiro de Higiene, 7. Anais, S. Paulo, v. 1, 1950; “Hidrologia”; “Alcoolismo”; “O problema social da lepra”; artigos, Correio do Povo, P. Alegre, a partir de 15 jul. 1931; “Pela educação sanitária da criança”, Revista do Ensino do RS, id, n. 10, jun. 1940; “Epidemiologia e profilaxia da tuberculose em Porto Alegre”, Medicina e Cirurgia, v. 3, n. 3, set./dez. 1941; “Evolução e novos rumos dos Serviços de Saúde Pública no Rio Grande do Sul”, Arquivos do DES, n. 9/10, 1948-1949. Casou com Araci Faillace, tendo os filhos: Raul, Renato e Roberto.

FRANCO, Álvaro; RAMOS, Sinhorinha Maria. Panteão Médico Riograndense: síntese cultural e histórica. São Paulo: Ramos e Franco Editores, 1943, p.507.

;