FARIAS, Veridiano de

Natural de Rio Grande (RS), 1906 - 10 de agosto de 1952, Porto Alegre (RS). Neto da escravizada Fortunata e do trabalhador de charqueada Barbosa Farias. Mudou-se ainda criança para Porto Alegre (RS), desde cedo desenvolveu forte relação com música, tocando diversos instrumentos, especialmente nos bailes da cidade. Começou os estudos tarde, formando-se no ensino secundário em 1942. Trabalhou em orquestras e como professor particular de música, participando como músico no grupo de Lupicínio Rodrigues. Em 1940 prestou concurso para o Departamento Estadual de Saúde para o cargo de chofer sanitarista. Iniciou o curso de Medicina na Faculdade de Medicina Gama Filho (RJ), solicitando, em 1946, transferência para Porto Alegre (RS), pela necessidade de ficar perto da mulher e dos filhos. Diplomou-se em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em 1951. Começou a trabalhar como dermatologista no Hospital Colônia Itapuã. A 5 dias de assumir o cargo de diretor do Hospital, foi acometido por um ataque cardíaco.

http://www.muhm.org.br/exposicoes/tratamentohanseniasenors

http://www.acordacultura.org.br/herois/heroi/veridiano

;