FARINHA Filho, João Pires

Natural de Bagé (RS). Filho de João Pires Farinha. Estudou na Escola Militar do Rio de Janeiro. Diplomou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1876, defendendo a tese "Ataxia muscular progressiva”. Atuou como médico do Asilo de Mendicidade da Corte, no Rio de Janeiro em 1882. Foi demografista da Inspetoria Geral de Higiene, entre 1886-1888 e médico da Casa de Correção, em 1890. Foi cavaleiro da Ordem da Rosa e da Ordem de Cristo, condecorado com medalha da Campanha da Guerra do Paraguai e sócio da Sociedade de Geografia do Rio de Janeiro. Publicou: "Do atual sistema de esgoto da cidade do Rio de Janeiro e de sua influência sobre a salubridade pública", "Aborto criminoso", "Hemorragias puerperais", "Ataxia muscular progressiva" (tese apresentada à Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro), "Inspetoria geral de higiene", "Boletim mensal da mortalidade da cidade do Rio de Janeiro", "Movimento meteorológico", "Questões higiênicas", "Mefitismo animal", "Esgotos do Rio de Janeiro e sua influência sobre a saúde pública", e "Alguns conselhos higiênicos ao povo". Salubridade Pública, tese de doutoramento, Rio de Janeiro, 1876. Esgotos do Rio de Janeiro, memória, 1880. Questões Higiênicas, id, 1883 (publicados antes em forma de artigos na rev. União Médica, id, e no Jornal do Comércio, id). Bases para o Regulamento Provisório do Asilo da Mendicidade, id, 1887. A Respeito da Demografia Médica na Cidade do Rio de Janeiro, id, 1889. Relatório Sobre as Prisões da França e da Itália, id, 1890.

http://dibrarq.arquivonacional.gov.br/index.php/joao-pires-farinha

;