GATZ, Peter Wilhelm

Natural de Colônia (Alemanha), a 7 de março de 1888. Fez os estudos primários e secundários no Ginásio de Bonn, da mesma cidade. Doutorou-se pela Faculdade de Medicina da Universidade de Bonn em 1917, especializando-se em cirurgia e clínica geral. Frequentou os cursos de otologia, oftalmologia e cirurgia na Charité de Berlim. Foi médico do exército alemão. Casou-se com a enfermeira belga Gerda Krant. Falava alemão, francês, inglês e português. Conheceu o Brasil em viagem de turismo. Após realizar exames na Universidade do Rio de Janeiro, teve seu diploma aprovado para exercer a medicina no país, publicou vários títulos ao longo de sua carreira. Em 1924 chega a Santo Ângelo com a esposa a fim de conhecer as Missões. Encantado com a pequena cidade vislumbrou a oportunidade de servir a população carente de serviços médicos. Atendia a domicílio, realizando intenso trabalho como sanitarista; desenvolveu trabalho de saúde preventiva com as famílias no município. Destacou-se como médico humanitário, atendendo a todos indistintamente. Exercia suas atividades em clínica geral e cirurgia, suprindo também as deficiências da época em traumatologia, obstetrícia, além de outras áreas. Viajou à Europa nas décadas de 30 e 40, buscando aperfeiçoamento em razão do avanço da medicina. Em 1930 instalou na região o primeiro aparelho de Raio X em seu hospital. Sua esposa faleceu em 26 de fevereiro de 1963 e o Dr. Gatz em 03 de julho de 1984, vítima de acidente de trânsito.

FRANCO, Álvaro; RAMOS, Sinhorinha Maria. Panteão Médico Riograndense: síntese cultural e histórica. São Paulo: Ramos e Franco Editores, 1943, p.514.

;