ARIAS, Sabino

Natural de Porto Alegre (RS), 7 de jan. de 1916 - 22 de dezembro, no Rio de Janeiro. Filho de Alberto Arias e Raquel Arias. Fez seus estudos primários e secundários no ginásio Anchieta em Porto Alegre (RS). Formado em Medicina pela Universidade de Porto Alegre, em 1938. Cursou especialização na Universidade de Buenos Aires, no serviço de cirurgia do Prof. Finochietto e no Hospital Buenos Aires para Ferroviários, sobre cirurgia do câncer. Especializou-se em Clínica Geral e Cirúrgica, tendo frequentado como interno o Serviço de Assistência Pública Municipal de Porto Alegre, a 18ª enfermaria e o Serviço de Cirurgia de Urgência da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre. Transferiu-se para Passo Fundo (RS) em 1940, atendeu em seu consultório, no Hospital São Vicente de Paulo, do qual foi diretor. Também desempenhou as funções de diretor do Hospital de Vila Ernestina, 8º distrito de Passo Fundo (RS). Foi médico da Assistência Pública de Saúde, por uma década. Atuou como médico contratado pela Rede Ferroviária Federal para assistência aos acidentes de trabalho. Foi eleito primeiro diretor da Faculdade de Medicina de Passo Fundo (RS), entretanto, recusou o convite por motivos pessoais. Foi Prof. de Psicopatologia da Faculdade de Filosofia. Proferiu a aula inaugural da Faculdade de Medicina da Universidade de Passo Fundo. O Centro Acadêmico da Universidade leva seu nome. Em 1945, foi para Buenos Aires para se especializar e aperfeiçoar técnicas cirúrgicas. Publicou: Vocação Médica; Embolia mássica do tronco pulmonar; Tratamento cirúrgico da hipertensão arterial; Contribuição aos estudos dos tumores sólidos gigantes retroperitonais. Em 1962 transferiu-se para o Rio de Janeiro para atuar na área empresarial, deixando de exercer a medicina. Fundou a IBF, empresa privada, fundada em 1961. Pioneira na fabricação de filmes sensibilizados e chapas offset no Brasil, situada em Petrópolis (RJ). Recebeu o título de cidadão de Passo Fund; Professor Honoris Causa da Universidade de Passo Fundo; Especialista em Cirurgia e Ginecologia pela Associação Médica de São Paulo. Membro da Sociedad Argentina de Cirujanos e da Associação Argentina de Cirurgia. Foi distinguido por sua majestade o rei da Bélgica com o título de oficial da ordem de Leopoldo II, em 1988 e 1995, com o grau de commandeur. Em 2000 recebeu o título de cidadão honorário de Primavera do Leste (MT), e em 2005 o título de cidadão honorário de Caxias do Sul (RS). Foi laureado com o Prêmio Nicolau Vergueiro pela Academia Gaúcha de Medicina. FRANCO, Álvaro; RAMOS, Sinhorinha Maria. Panteão Médico Riograndense: síntese cultural e histórica. São Paulo: Ramos e Franco Editores, 1943. p. 480. https://www.ufrgs.br/famed/index.php/informacoes-academico-medicina/formados/72-decada-de-1930 LECH, Oslandré; DONADUSSI, Ruy; TARASCONI, Juarez (Org.). Academia Passo-Fundense de Medicina. Passo Fundo: Méritos, 2008, p. 175-177. https://www.graphprint.com.br/noticias/view/4557/sabino-arias-presidente-e-fundador-da-ibf-faleceu-no-rio-de-janeiro
;