HOFMEISTER, Carlos Niederauer

Natural de Santa Maria (RS), 01 de fevereiro de 1890 - 11 de janeiro de 1976, em Porto Alegre (RS). Iniciou os estudos no Ginásio Santa Maria, em Santa Maria (RS). Atuou como escriturário da Viação Férrea. Diplomou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina de Porto Alegre, em 1916, defendendo a tese “A Filariose em Porto Alegre”. Em 1917 fez estágio, em Montevidéu (Uruguai), no Serviço de Pediatria, com o Professor Mórchio, e logo depois atuou como médico, entre os anos de 1917 e 1923, em Palmeira das Missões (RS). Especializou-se em Pediatria no Rio de Janeiro no Curso do Professor Fernandes Figueira, e tornou-se um dos primeiros médicos gaúchos a exercer esta especialidade. Retornando para Porto Alegre (RS), instalou consultório no Centro da cidade e na rua São Pedro, no então chamado Quarto Distrito, do qual foi um dos pioneiros. Atuou, a partir de 1923, na Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, mais especificamente na Enfermaria de Medicina Pediátrica e no Consultório de Crianças. Em 1929 integrou à turma de médicos brasileiros que esteve por seis meses na Europa para aperfeiçoamento. Em Berlim, estudou nos cursos e clínicas dos Professores Czerny e Filkelstein; e em Paris com os do Professor Nobècourt. Em seu retorno organizou o primeiro Ambulatório de Pediatria e Puericultura do Estado, na Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre (RS), junto à Maternidade Mário Totta. Foi Diretor por 15 anos e Patrono. É também Patrono da Enfermaria de Pediatria do Hospital São Vicente de Paulo de Cruz Alta (RS). Foi Diretor de 1931 a 1939, do Serviço de Puericultura da Maternidade Mario Totta, da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, sendo um dos fundadores do Hospital Santo Antônio em 1952 e seu diretor a partir de 1963. Foi presidente do Sindicato Médico do RS (Simers) no ano de 1934. Foi secretário da Revista da Sociedade de Medicina de 1926 a 1928. Em 1936 auxiliou na fundação da Sociedade de Pediatria do RS, e, em 1949-1950 foi seu presidente. Clinicou na área pediátrica até 1970, quando se aposentou e encerrou uma atividade profissional de 53 anos. Em 1972 recebeu a comenda de cidadão honorário de Porto Alegre (RS). Na área científica, publicou trabalhos sobre pediatria e puericultura em jornais e revistas de abrangência nacional. Casou-se em 1919, com Clotilde Julieta Bento Hofmeister com quem teve cinco filhos e duas filhas.

ACHUTTI, Aloyzio Chechella; SOUZA, Blau Fabrício de; GOTTSCHALL, Carlos Antonio Mascia. Cem anos de Formação Médica no Rio Grande do Sul: homenagem à Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Stampa, 2007.

FRANCO, Álvaro; RAMOS, Sinhorinha Maria. Panteão Médico Riograndense: síntese cultural e histórica. São Paulo: Ramos e Franco Editores, 1943, p.519.

http://academiademedicinars.com.br/cadeiras/carlos-niederauer-hofmeister/

Aviso de Privacidade

O Simers utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para melhorar a experiência de usuário. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições.

Ver Política
;