LOUZADA, Antônio Peyrouton

Natural de Porto Alegre (RS), nasceu em 8 de agosto de 1905, filho do General Hymeneu da Cunha Louzada e de Eugênia Guilhermina Peyrouton Louzada. Fez seus primeiros estudos no antigo Colégio Militar, ingressando após na Faculdade de medicina, onde concluiu o curso em 1926 com 21 anos de idade. Durante o curso médico exerceu várias atividades acadêmicas, como Secretário do Centro Acadêmico Sarmento Leite e Interno na Antiga Assistência Pública, por dois anos. Depois de formado, ingresso na Assistência Pública Municipal, onde trabalhou por trinta anos, atingindo o cargo de Chefe dos Serviços Médicos do hospital de Pronto-Socorro. Cedo abraçou a carreira no magistério da Faculdade de Medicina como professor-assistente. Foi Livre Docente da Cadeira de Patologia Geral (1933) e, depois, na Cadeira de Doenças Tropicais e Infecciosas (1943). Defendeu tese de livre docência “Da Colibacilemia no decurso da febre tifóide”, em 1943. Chegou a Professor Catedrático, desta última cadeira em 1955, defendendo a tese “A brucelose humana: contribuição ao seu estudo”, em concurso onde obteve a melhor nota. Dedicou-se ao ensino e à pesquisa, tendo publicado inúmeros trabalhos científicos e sido homenageado por várias turmas de doutorandos, sendo escolhido paraninfo em 1956. Foi Chefe de Clínica e diretor da Enfermaria 16 da Santa Casa de Porto Alegre, hoje transformada em Instituto de Doenças Infecciosas e Parasitárias Professor Antônio Louzada, de onde recebeu a Medalha de Honra ao Mérito, por 50 anos de serviços prestados. Casou-se com Derma Zanini. Em homenagem póstuma, a Câmara Municipal de Porto Alegre concedeu seu nome a uma de suas ruas.

FRANCO, Álvaro; RAMOS, Sinhorinha Maria. Panteão Médico Riograndense: síntese cultural e histórica. São Paulo: Ramos e Franco Editores, 1943. p. 526.

COSTA, Junqueira, Gil www.fuj.com.br

http://www.muhm.org.br/biografiasdigitalizadas/05103d6ba26208a36c2d95a034b9340d/ati_439.pdf http://memoria-africa.ua.pt/Catalog.aspx?q=TI%20a%20brucelose%20humana&p=1

;