MAGALHÃES de Jesus, José Caetano

Natural de Bonfim (BA), 4 de abril de 1907. Estudou no Ginásio Carneiro Ribeiro. Formou-se pela Faculdade de Medicina da Bahia, em 1932. Especializou-se em Oftalmologia e Otorrinolaringologia. Fez viagens de Estudos ao Rio de Janeiro (RJ), Buenos Aires (AR), São Paulo (SP), e Bahia, onde frequentou diversas clínicas e hospitais, atuando ao lado de professores como Eduardo Morais e Genésio Sales. Participou do Congresso de Oftalmologia realizado em Porto Alegre (RS), em 1940. Atuou ainda como médico-chefe de serviço de tracomologia no Posto de Higiene da cidade de Bento Gonçalves (RS). No ano de 1966 foi acusado pelo Ministério Público Militar por tentativa de supressão da independência do Brasil, tentativa de subversão, associação prejudicial à segurança nacional, agrupamento perigoso à segurança nacional, incitação ao crime contra a segurança nacional e agrupamento paramilitar, por pertencer ao Partido Comunista Brasileiro (PCB). Foi condenado a 2 anos de prisão, mas, tendo o mesmo recorrido ao processo foi condenado a um ano de detenção. Casou-se com Laura Magalhães, com quem teve dois filhos: Carlos e Josete.

FRANCO, Álvaro; RAMOS, Sinhorinha Maria. Panteão Médico Riograndense: síntese cultural e histórica. São Paulo: Ramos e Franco Editores, 1943, p. 528.

http://bnmdigital.mpf.mp.br/sumarios/500/494.html

;