MARTINS, Mário Alvarez

Natural de Santana do Livramento (RS), 1908- 1985, em Porto Alegre (RS). Diplomou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina de Porto Alegre, em 1933. Em 1938 tornou-se psiquiatra do Hospital São Pedro em Porto Alegre (RS). Em 1945 foi para Buenos Aires com Bolsa da Fundação Francisco Munhoz e com o salário de psiquiatra do Estado do RS. Iniciou seu trabalho analítico em Porto Alegre, em 1947. Foi um dos fundadores da Sociedade Psicanalítica de Porto Alegre (SPPA). Foi Presidente da SPPA e da Associação Brasileira de Psicanálise. Principais produções científicas: “Contribuição ao Estudo Psicanalítico da Epilepsia”; “Aspectos Técnicos no Tratamento Psicanalítico da Depressão”; “Mania e Onipotência”; “Psicodinamismos e Fantasias Inconscientes da Menstruação e da Ovulação”; “Transferência, Acting-out e Situações Traumáticas Primitivas”; Fatores Psicológicos nos Mecanismos de Ação Terapêutica do Eletrochoque”. Em sua homenagem há uma fundação com seu nome: A Fundação Universitária Mário Martins é um centro de formação em Psiquiatria e Psicoterapia que começou suas atividades como um Centro de Estudos em 26 de setembro de 1987. Dois anos depois mudou sua denominação para Instituto Mário Martins (29.07.1989), depois se tornou Fundação Instituto Mário Martins (17.07.1993) e por fim, em 20 de julho de 1995 recebeu sua denominação atual Fundação Universitária Mário Martins. Com sede em Porto Alegre (RS). Casou-se com Zaira Bittencourt Martins, com quem teve dois filhos, Roberto (psicanalista) e Tanira (bibliotecária).

FRANCO, Álvaro; RAMOS, Sinhorinha Maria. Panteão Médico Riograndense: síntese cultural e histórica. São Paulo: Ramos e Franco Editores, 1943, p. 534.

https://www.ufrgs.br/famed/index.php/informacoes-academico-medicina/formados/72-decada-de-1930 http://www.polbr.med.br/ano12/wal0512.php

;