MEDEIROS, Alfeu Bicca de

Natural de Alegrete (RS,) 10 de outubro de 1880 – 7 de julho de 1961, em Porto Alegre (RS). Filho de João Pedro de Medeiros e Joaquina Bica de Medeiros. Foi para Salvador (Bahia) para cursar medicina, no primeiro ano do curso, a cidade foi tomada por epidemia de febre amarela e as aulas foram suspensas. Não querendo perder tempo, cursou um ano de Farmácia em Ouro Preto. Diplomou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1903. Ingressou no Exército e retornou para Alegrete (RS) para atuar como Médico militar, tendo chegado ao posto de coronel. Foi diretor da Enfermaria Militar e, tornou-se provedor da Santa Casa de Misericórdia de Alegrete (RS). Em 1915 surgiu a “Liga Médica”, da qual foi o primeiro secretário. Liderou, junto com a Sociedade de Medicina de Porto Alegre, os esforços para realizar o 1º Congresso Médico Rio-Grandense, em 1915, com o tema: liberdade profissional e de outros assuntos. Neste Congresso apresentou um relatório sobre a liberdade profissional no RS, devido a isso o governo inviabilizou o Congresso e proibiu que os médicos seus funcionários participassem. O relatório foi divulgado na edição pela Globo em 1916. Em 1918 foi para a Europa como integrante da Missão Médica Brasileira na 1º Guerra Mundial. Após o término do conflito, permaneceu em Paris para aperfeiçoar a técnica em cirurgia. Retornou para o Brasil e se estabeleceu em Porto Alegre (RS). Atuou como Chefe de Clínica da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre. E foi Catedrático da Faculdade de Medicina de Porto Alegre (RS) até a aposentadoria. Atuou na 10º Enfermaria da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre e a tornou um centro formador de cirurgiões. Amigo de Getúlio Vargas, participou da Revolução de 1930. Também era fazendeiro, cuidava da Estância São Manoel, em Alegrete (RS). É o patrono da cadeira 1 da Academia Sul-Rio-Grandense de Medicina. Casou-se com Luiza (filha de Manoel de Freitas Valle, intendente de Alegrete e falecido na epidemia da Gripe Espanhola). Teve uma única filha, Maria de Lourdes Bica de Medeiros, que casou-se com o Professor Dr. Homero Fleck.

http://academiademedicinars.com.br/cadeiras/alfeu-bica-de-medeiros/

FRANCO, Álvaro; RAMOS, Sinhorinha Maria. Panteão Médico Riograndense: síntese cultural e histórica. São Paulo: Ramos e Franco Editores, 1943, p. 534-535.

;