METSAVAHT, Renato

Natural do Rio de Janeiro (RJ), 10 de julho de 1927- 8 de outubro de 2013, em Caxias do Sul (RS). Filho de estonianos, mudou-se ainda criança para Porto Alegre (RS), onde se formou em Medicina, em 1950, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), aos 23 anos. Foi convidado a assumir o posto de primeiro médico anestesista do Hospital Pompéia, em Caxias do Sul, em 1951. O trabalho durou seis décadas, em uma época em que não existiam cursos e especialidades na área. Construiu o banco de sangue da cidade de Caxias do Sul em 1954. Para dividir o conhecimento adquirido em anos de profissão e ensinar aos novatos o que aprendeu com os antigos mestres, também fundou, em 1967, a Faculdade de Medicina da Universidade de Caxias do Sul (UCS), da qual foi professor e diretor. Foi presidente da Sociedade de Anestesiologia do Rio Grande do Sul (Sargs), da Sociedade Brasileira de Anestesiologia (SBA) e da Federação de Anestesia dos Povos da Língua Portuguesa, em 1970. Em 1968, envolveu-se com a Associação Médica de Caxias do Sul (Amecs), instituição que também veio a presidir. Ainda foi um dos fundadores da Unimed de Caxias do Sul, em 1979. Foi ainda presidente regional do Rotary Club Internacional em Caxias do Sul e chegou a receber reconhecimento internacional pelos 50 anos de participação e dedicação. Foi casado com Maria Amélia Cauduro Fossati Metsavaht por mais de 63 anos e teve 4 filhos.

https://gauchazh.clicrbs.com.br/pioneiro/geral/noticia/2013/06/100-anos-do-pompeia-conheca-a-historia-de-renato-metsavaht-o-primeiro-anestesista-do-hospital-4163029.html

;